nsc
    nsc

    Duodécimo

    Governo deixou Sargento Lima em saia-justa na Comissão de Finanças

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    11/06/2019 - 18h16
    Foto: Fábio Queiroz / Agência AL
    Foto: Fábio Queiroz / Agência AL

    Difícil a situação em que o governo colocou o deputado Sargento Lima (PSL) na reunião da comissão de Finanças e Tributação, nesta terça-feira. Depois de defender a redução do duodécimo a pedido do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), foi surpreendido com a orientação do líder da base para que o voto dele não fosse seguido. Lima ficou visivelmente incomodado. O parlamentar era o único voto do governo na comissão e assim continuou sendo até o final. Nem o apoio do próprio Executivo ele recebeu.

    Depois, em plenário, ainda contou com o apoio de seus cinco colegas de partido para ir contra o relatório de Marcos Vieira (PSDB), que foi aprovado para derrubar o corte no duodécimo. Mesmo com a orientação do líder do governo pelo apoio ao texto de Vieira, todos do PSL votaram contra. Bruno Souza (sem partido) deu o sétimo voto contrário.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas