publicidade

Navegue por
Ânderson

Legislativo

Grupo quer CPI do transporte coletivo em Florianópolis

Compartilhe

Por Ânderson Silva
08/01/2019 - 08h29 - Atualizada em: 08/01/2019 - 08h29

O grupo de renovação política Acredito vai nesta terça-feira à Câmara de Vereadores de Florianópolis se reunir com parlamentares para apresentar um abaixo-assinado eletrônico que pede a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do transporte coletivo. Segundo texto que divulga a campanha, “a passagem só aumenta e a qualidade diminui com muita espera pelos ônibus que estão sempre lotados e em más condições”.

Motivos

À coluna, Israel Rocha, organizador do abaixo-assinado, diz que a CPI vai se dedicar à analisar as contas que levam ao aumento anual da passagem. No começo de janeiro, o preço subiu de R$ 4,20 para R$ 4,40 no pagamento em dinheiro e de R$ 3,99 para R$ 4,18 no cartão. “Conversando com os vereadores que eles também não tem acesso às planilhas, somente à fórmula (do cálculo). Então a ideia pressionar a Câmara municipal a abrir uma CPI e buscar mais informações”, explicou Rocha. Até segunda-feira à tarde, a campanha virtual tinha 3,8 mil adesões.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação