publicidade

Navegue por
Ânderson

Mobilidade

Integração do transporte público da Grande Floripa aguarda governador

Compartilhe

Por Ânderson Silva
20/06/2018 - 06h00 - Atualizada em: 20/06/2018 - 05h55
(Felipe Carneiro, Diário Catarinense)

O projeto da Rede Integrada do Transporte Coletivo Metropolitano para a Grande Florianópolis está pronto na Secretaria de Planejamento do Estado. Depende apenas do governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB) encaminhá-lo para a Assembleia Legislativa. A proposta tem o apoio das oito cidades que integram o modelo: Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Palhoça, São José, São Pedro de Alcântara e Santo Amaro da Imperatriz.

 

Sem a Capital

Na maioria das vezes, os passageiros precisam fazer baldeação na Capital, mesmo saindo de um município da região metropolitana (Palhoça, por exemplo) com destino a uma cidade vizinha (São José). A ideia é evitar esse deslocamento e ainda criar uma rede onde os passageiros terão um cartão único para circular. Depois da aprovação na Alesc, o Estado fará uma concorrência pública para contratação da empresa responsável pelo modelo. Antes disso, Pinho Moreira precisa agilizar o envio para a Assembleia. A Secretaria de Planejamento e a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf), autora da proposta, já deram o aval técnico.

 

Preparados? 

A turma do Café Sorrentino, no Centro da Capital, está em dúvida: quer saber se os carros alegóricos do Carnaval de 2018 estão nos fundos da passarela Nego Quirido à espera do Carnaval 2019… Aliás, volta e meia os bombeiros são chamados para conter princípios de incêndio nos materiais deixados no local. Em março, a liga da escolas disse que as agremiações não tinham como guardar os carros, e a prefeitura aceitou que eles ficassem lá. Ou seja, pelo jeito a pergunta do pessoal está respondida.

 

Servidores na sala de aula

A prefeitura da Capital oferecerá aulas para os servidores municipais que ainda não concluíram o ensino fundamental. Dos quase 9 mil trabalhadores, pelo menos 106 estão nessa situação. Os estudos serão feitos por intermédio da modalidade da Educação de Jovens, Adultos e Idosos, a EJA, ligada à Secretaria de Educação. Cada secretaria estimulará os servidores a aderirem ao projeto. A previsão é que “A hora é agora”, nome do programa, comece a funcionar já no início do segundo semestre. Para garantir a participação dos servidores, as atividades acontecerão por três horas, duas vezes por semana. Os locais de atendimento serão distribuídos por polos regionais, considerando os locais de trabalho dos servidores: Centro, continente, norte, sul, leste.

 

Multa por greve

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) reconheceu na semana passada o abuso da greve dos servidores da prefeitura de Blumenau ocorrida em setembro 2013 e confirmou multa de R$ 50 mil por dia de cumprimento de decisão à época que determinava a obrigação de continuidade dos serviços essenciais vinculados à saúde. O desembargador Jaime Ramos reconheceu o direito dos trabalhadores, mas disse que apesar de o sindicato ter comprovado nos autos que o poder público não honrou negociação prévia em relação a perdas salariais, o que caracteriza a legalidade da greve, não atendeu a decisão imposta de continuidade dos serviços públicos essenciais. A decisão da 3ª Câmara Civil foi unânime.

 

Foi e voltou

Depois de decidir pelo fechamento da base em frente à Catedral, em Florianópolis, a PM resolveu manter a unidade aberta temporariamente. Alega que a prefeitura fará obras de revitalização no Largo da Alfândega, onde está a outra base. Assim, depois que os serviços forem concluídos, o prédio em frente à Catedral será devolvido para a prefeitura, dona do imóvel.

 

Leia outras publicações de Ânderson Silva

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação