nsc
    nsc

    Troca?

    Movimento defende mudança do nome de Florianópolis para Floripa

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    04/03/2020 - 05h05 - Atualizada em: 04/03/2020 - 17h20
    Advogado é o coordenador do movimento É Floripa (Foto: Reprodução)
    Advogado é o coordenador do movimento É Floripa (Foto: Reprodução)

    Ao usar a tribuna da Câmara de Vereadores nesta terça-feira, um representante do movimento "É Floripa" defendeu a mudança do nome da Capital catarinense. Segundo ele, a cidade não se chamaria mais Florianópolis. Assim, passaria a adotar o nome Floripa.

    A defesa foi feita pelo advogado José Braz Silveira, coordenador do movimento. Segundo ele, em uma pesquisa popular recente, 82% das pessoas se manifestaram favoráveis a mudar o nome da Capital. Braz afirmou que o grupo foi criado em 16 de dezembro de 2019. Mas, segundo ele, "O trabalho vem sendo gestado há muitos anos". O advogado afirma que há uma "inquietude" na cidade por conta da origem do nome, que é uma referência a Floriano Peixoto, militar conhecido como marechal de ferro.

    — Decidimos que o nosso primeiro ato público seria na Câmara em respeito aos nossos vereadores. E, sabendo que se conseguirmos o apoio para a mudança do nome da Capital, passaremos pelo parlamento municipal - justificou.

    Para o coordenador, Floripa é "um nome mais palatável, mais turístico, mais fácil de se pronunciar". A sugestão de Braz é que em 2022 se faça um plebiscito na Capital junto com as eleições estaduais para a decisão da população sobre a mudança de nome.

    — Vamos buscar nesses três anos e alguma coisa que temos pela frente considerar o movimento pela ruas para que em 2022 a gente consiga esse apoio popular pelo plebiscito.

    Depois, o plano prevê um projeto a ser apresentado na Câmara. Dentre as justificativas elencadas pelo movimento para a troca está também o conhecimento do nome Floripa em outros países.

    Confira abaixo a entrevista de Braz para o colega da CBN Diário Felipe Reis:

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas