nsc

publicidade

Ânderson

Política

O otimismo de Moisés com as sobras do duodécimo

Compartilhe

Por Ânderson Silva
06/07/2019 - 05h45
(Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

Dos quatro órgãos procurados pelo governador Carlos Moisés da Silva para a devolução das sobras do duodécimo, três deles já responderam ao chefe do Executivo. Nenhum deles admitiu enviar imediatamente os valores referentes a 2018 e anos anteriores, como havia pedido Moisés. Mas todos se comprometeram em discutir a questão internamente para analisar eventuais devoluções.

Nesta sexta-feira (5), após a posse do novo chefe da PF em Santa Catarina, o governador diz que não percebeu negativas dos órgãos e entendeu as respostas como um aval para conversas futuras. Segundo ele, cabe ao governo do Estado formalizar os pedidos. Visivelmente otimista com um acordo, Moisés citou a resposta do procurador-geral do Ministério Público (MP-SC), Fernando Comin, de quem sentiu a ouviu a possibilidade de se construir a devolução.

— A gente vai conversar (sobre a devolução) com os demais poderes para ver quando e como poder ser feito, que seja útil para o governo pagar suas contas. Isso pode ser feito administrativamente. Acredito que pode acontecer.

Sexta, o TCE enviou sua resposta oficial para o governador. O presidente, conselheiro Adircélio Ferreira Moraes Junior, lembrou que o órgão devolveu R$ 193 milhões à conta do governo do Estado nos últimos anos, mas afirmou que uma decisão sobre novas devoluções “deverá ser precedida de análise dos compromissos financeiros e do planejamento de investimentos deste Tribunal”. Até sexta, somente a Alesc ainda não havia respondido ao ofício do governo.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade