nsc
nsc

Segurança

Os bastidores da escolha do futuro comandante dos bombeiros de SC

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
31/12/2018 - 05h05 - Atualizada em: 31/12/2018 - 05h02
João Valério Borges, assumiu o cargo em fevereiro (Foto: Krislei Oechsler / CCS/CBMSC / CCS/CBMSC)

Das quatro forças de segurança do Estado, apenas o Corpo de Bombeiros ainda não teve o nome do novo comando anunciado. E é justamente de onde vem o governador eleito, Carlos Moisés da Silva. Nos bastidores, é dada como certa a promoção de um tenente-coronel para o posto de coronel no começo de 2019, quando o atual comandante, João Valério Borges, deixa a corporação por vontade própria. Essa decisão causou repercussão entre os coronéis mais antigos dos bombeiros, que entendem ter a preferência na escolha.

MDB

No Instituto Geral de Perícias (IGP), o perito Giovani Eduardo Adriano foi mantido no cargo. Ele tem fortes ligações com o MDB, assim como os secretários da Fazenda, Paulo Eli, e de Administração Prisional, Leandro Lima, também reconduzidos para o governo Moisés. Os três foram os únicos ligados ao antigo governo que permaneceram em cargos de destaque da nova gestão.

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas