publicidade

Navegue por
Ânderson

Transtorno futuro

Ponte Colombo Salles ficará fechada por uma semana durante obra, diz secretário

Compartilhe

Por Ânderson Silva
02/04/2019 - 18h03 - Atualizada em: 03/04/2019 - 08h38
Foto: Leo Munhoz/Diário Catarinense
Foto: Leo Munhoz/Diário Catarinense

Em reunião da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, o secretário de Infraestrutura do Estado, Carlos Hassler, afirmou que a ponte Colombo Salles ficará fechada por uma semana durante a reforma da estrutura.

A obra ainda não começou efetivamente por conta da montagem do canteiro de obras, mas está prevista para durar dois anos. A conclusão deve ocorrer em 2021.

Hassler disse que durante a cura do concreto nas juntas de dilatação serão necessários sete dias para evitar danos na reforma. Segundo ele, haverá um planejamento para enfrentar o período, inclusive com a expectativa de uso da ponte Hercílio Luz, com obra prevista para ser concluída no final de 2019. Sem um plano detalhado, obviamente, os impactos no trânsito serão enormes.

Mesmo assim, o secretário admitiu o transtorno será inevitável. Hassler não deu detalhes sobre o período do ano em que o fechamento deve ocorrer. Durante a participação na Comissão, ele revelou que o cronograma ainda está em andamento. O canteiro de obras será montado embaixo das duas estruturas, na área hoje usada para depósito de materiais da ponte Hercílio Luz.

Durante uma hora e meia, o secretário respondeu aos deputados sobre os principais pontos da recuperação, com a presença do promotor Daniel Paladino, responsável pelos pedidos de começo da obra nos últimos anos. Ao falar sobre a nova licitação que precisará ser lançada para reforçar um dos pilares da Colombo Salles, Hassler diz que o procedimento é normal, e que se precisar de outros editais, os fará. Muito ruim

O secretário de Infraestrutura admitiu o cenário complicado das rodovias estaduais de Santa Catarina na reunião de terça-feira. Para enfrentá-lo, traçou uma estratégia de destinar R$ 2 milhões por mês para a recuperação dos trechos. Entretanto, confessou que o valor ainda é pequeno diante do tamanho do problema: “está muito ruim”, desabafou. Para ele, sem dinheiro para mais, por enquanto “é apagar incêndio”.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação