nsc
    nsc

    Transporte marítimo

    Prefeituras de Palhoça e Florianópolis estudam ferry boat entre as duas cidades

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    05/04/2019 - 04h35
    Foto: Lucas Correia / Agência RBS
    Foto: Lucas Correia / Agência RBS

    As prefeituras de Palhoça e Florianópolis discutem uma alternativa de transporte marítimo para ligar as duas cidades. O serviço do estilo ferry boat operaria entre a praia do Pontal, na cidade palhocense, e a região da Tapera, na Capital. Segundo o prefeito de Palhoça, Camilo Martins, os empresários que operam a embarcação entre Itajaí e Navegantes estão interessados no serviço na Grande Florianópolis, também de olho nos usuários que se deslocam para o aeroporto da Capital.

    A Secretaria de Patrimônio da União (SPU) será consultada. A ideia de Martins é operação em caráter experimental inicialmente. Os empresários acreditam que em outubro teriam condições de começar os trabalhos. O barco demoraria cerca de 30 minutos para fazer a travessia e transportaria carros e pessoas.

    A prefeitura da Capital ainda analisa possibilidade de transporte marítimo em outros pontos como a região central, onde as modelagens estão mais avançadas, e no Norte da Ilha. Há também um projeto para uma embarcação turística, aos mesmos moldes da existente na Costa da Lagoa.

    Nova Área Azul

    O novo secretário de Mobilidade Urbana de Florianópolis, Michel Mittmann, diz que a quantidade de carros que estacionam na Área Azul da Capital daria para formar uma fila de 20 quilômetros. Por isso ele quer mudar o formato do projeto para quer as pessoas usem outros modais no Centro.

    Em São José

    A empresa Gerestar vai implantar o sistema de Área Azul em São José. Serão 5.784 vagas nas regiões do Kobrasol, Campinas, Barreiros, Centro Histórico e Forquilinhas.

    Cadeira do PSB

    O jornalista Fabrício Corrêa assume no dia 22 de abril uma cadeira na Câmara de Vereadores de Florianópolis. Vai ocupar a cadeira do PSB deixada por Bruno Souza, que foi para a Alesc. Corrêa é o terceiro suplente. Atualmente, Beibe (PSB), empresário do Norte da Ilha, está na vaga por 60 dias. O jornalista deve ficar na Câmara por um ano até a possível volta de Ed Pereira (PSB), primeiro suplente que está na prefeitura.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas