nsc
nsc

Florianópolis

Problema na ponte Pedro Ivo: reforma das estruturas precisa ser prioridade estadual

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
13/02/2019 - 19h08 - Atualizada em: 13/02/2019 - 21h22
(Foto: Marco Favero)

Faltava justamente a materialização do problema. Era necessário um alerta visível para as autoridades perceberem a gravidade da falta de manutenção e obras nas pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles. As duas são as únicas ligação entre Ilha e Continente, em Florianópolis.

A placa metálica que se soltou na Pedro Ivo, no fim da tarde desta quarta-feira (13), soa como alerta antes restrito à imprensa e aos que diariamente passam pela estrutura. O barulho é constante, o asfalto já dá sinais de deterioração. Agora, uma placa metálica evidencia a urgência.

Palavras do engenheiro especialista em pontes, Roberto de Oliveira:

— Aquela placa é apenas um sinal do desnível. Isto (desnível) eu vi hoje no início da tarde na ida, pela ponte Colombo Salles, e senti um solavanco na volta, pelas quinze horas. Pode não ser grave, mas se as obras iniciarem não vai dar para ver a extensão do problema.

É bom recordar algo que a coluna vem informando há meses: a empresa que fará a obra está definida há três anos. Ela espera por quem fará a fiscalização.

Essa definição demorou porque o Estado e o Tribunal de Contas (TCE) ficaram dois anos discutindo o modelo de contratação. Somente em 2018 houve um acordo.

Enquanto isso, a deterioração foi aumentando. Nesta semana termina o prazo para recursos na licitação da fiscalização. Depois o processo pode ser homologado. Mas ainda faltará o principal: dinheiro para as obras.

O problema desta quarta-feira é o alerta que faltava para o processo ser agilizado. A primeira reação veio do prefeito Gean Loureiro, que em nota pediu urgência na reforma.

Mas a cobrança precisa ser maior, da população e de entidades que ainda não perceberam a gravidade de ter somente um das quatro faixas das pontes fechadas, por exemplo. A reforma das duas pontes precisa ser prioridade estadual. Enquanto não houver esse entendimento, ficaremos refém da próxima placa ou de algo pior.

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas