nsc
    nsc

    JUDICIÁRIO

    TRF4 nega terceira tentativa de Julio Garcia para ser retirado da operação Alcatraz

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    17/09/2019 - 16h56
    (Foto: Gabriel Lain / Diário Catarinense)
    (Foto: Gabriel Lain / Diário Catarinense)

    Pela terceira vez o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou a tentativa do presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia (PSD), de ser retirado das investigações da operação Alcatraz. Nesta terça-feira, a 7ª Turma rejeitou os embargos de declaração da defesa do parlamentar. Os advogados também tiveram negados outros dois recursos no TRF4 desde o começo de julho.

    A intenção dos advogados de Garcia se baseou na tese de que não haveria elementos que façam a ligação dele com o objeto da investigação. Ainda dentro da operação, o presidente da Alesc vai prestar depoimento à Polícia Federal (PF).

    Mais recursos negados

    O TRF4 analisou outros quatro recursos ligados à operação Alcatraz. E todos foram negados. A maioria deles era de uma das empresas investigadas que presta serviço de mão de obra terceirizada para o governo do Estado. Um dos recursos, por exemplo, tentava retirar a competência da Justiça Federal para julgar a Alcatraz, mas os desembargadores rejeitaram o pedido nesta terça-feira.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas