nsc

publicidade

Cacau

Evento

Congresso do MBL será neste sábado, em Florianópolis

Compartilhe

Por Cacau Menezes
18/07/2019 - 06h35 - Atualizada em: 18/07/2019 - 15h05
Kim Kataguiri, uma das lideranças do MBL, estará no evento (Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS)
Kim Kataguiri, uma das lideranças do MBL, estará no evento (Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS)

No próximo sábado, o MBL Santa Catarina promoverá seu primeiro congresso estadual. Será realizado no Mercure Convention Hotel, a partir da 13h. No evento, estarão presentes diversas lideranças do movimento, como Kim Kataguiri, Renan Santos, Arthur Mamaefalei, Fernando Holiday e Ramiro Zinder. Também estão confirmados o comentarista da Jovem Pan Caio Copolla, o secretário de Estado Lucas Esmeraldino, o deputado federal Gilson Marques (Novo) e o deputado estadual Bruno Souza (sem partido). Lideranças empresárias também confirmaram presença.

Arthur Moledo Do Val, criador do canal Mamaefalei no YouTube, estará em SC
Arthur Moledo Do Val, criador do canal Mamaefalei no YouTube, estará em SC
(Foto: )

Lábios de mel

O sorriso estampado nos lábios do senador Flávio Bolsonaro depois da decisão do presidente do STF, Dias Tofolli, suspendendo todos os inquéritos onde haja informações obtidas no COAF, é um sinal de que vivemos num grande país dominado por forças estranhas e ocultas, além das que previa Jânio Quadros.

Lei indigesta

A lei que revisa os incentivos fiscais, aprovada na Assembleia Legislativa, pode se tornar indigesta, aumentando o custo das refeições dos catarinenses. Isso, caso a Secretaria Estadual da Fazenda não cumpra a tempo o compromisso firmado de adotar medidas para neutralizar possíveis aumentos de carnes, água mineral e gás. O alerta é de Raphael Dabdab, presidente Abrasel em Santa Catarina.

Bastidores

Sobre a indicação do advogado Nabih Henrique Chraim, ex-chefe de gabinete do deputado estadual Bruno Souza (sem partido) à condição de número um da Superintendência do Patrimônio da União de Santa Catarina, o Serviço Secreto do Cacau levantou que partiu do próprio governador Carlos Moisés a recomendação. A iniciativa pode ter relação com a possibilidade de ingresso do parlamentar no PSL, partido de Moisés, e uma futura candidatura à prefeitura da Capital.

Deixe seu comentário:

publicidade