nsc
    nsc

    Capital Catarinense no mapa

    É nossa parte: ajudei a trazer gente famosa e conhecida pra Floripa

    Compartilhe

    Por Cacau Menezes
    26/10/2019 - 06h15 - Atualizada em: 26/10/2019 - 11h04
    Gustavo Kuerten (Diorgenes Pandini, Diario Catarinense)
    Gustavo Kuerten (Diorgenes Pandini, Diario Catarinense)

    É verdade que o ex-tenista Guga Kuerten botou Floripa no mapa mundial, mas não se pode negar que, com a RBS, ajudei a trazer (antes mesmo de nosso campeão, que é capa desta edição) muita gente famosa e conhecida para Floripa. Artistas e jogadores de futebol ficaram meus amigos, vinham para cá se apresentar e não queriam mais ir embora.

    Muitos dormiram lá em casa. Tim Maia, Alceu Valença, Barão Vermelho, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Rita Lee, Nelson Motta, Oky de Souza, Júlio Barroso, Jorge Ben Jor, Evandro Mesquita, Lobão, Lulu Santos, Leo Gandelman, Jorge Mautner, Zico, Paulo Cézar Caju, Luiz Melodia, Cidade Negra, Serguey, Pato Bantom, The Wailers, Ultraje a Rigor, Claudio Zoli, Debora Bloch (chegou a abrir restaurante na Lagoa com o ex-namorado, o francês Olivier), dentre muitos, muitos, muitos outros.

    Sem falar nos surfistas do Rio que vinham para meus campeonatos e festas. Pedro Sirotsky, filho do fundador da RBS, Maurício Sirotsky Sobrinho, também chegou com tudo. Quando se mudou para Floripa para dirigir a RBS em Santa Catarina, ocupando o lugar do seu irmão Nelson, trouxe para a cidade Rod Stewart, Eric Clapton, Ray Charles, Planeta Atlântida, Roberto Carlos, Julio Iglesias, Paul McCartney, Henry Kissinger, Carlos Menem, José Bonifácio Sobrinho, Xuxa, dentre muitas outras personalidades da música, do jornalismo, da política e das artes que começaram a conhecer Floripa por nós.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas