publicidade

Cacau

Duas rodas

Florianópolis é a capital com maior número de Harley-Davidson, proporcionalmente

Compartilhe

Por Cacau Menezes
17/07/2019 - 05h15 - Atualizada em: 17/07/2019 - 19h07
Motocicleta Harley Davidson (Foto: Félix Zucco / Agência RBS)
Motocicleta Harley Davidson (Foto: Félix Zucco / Agência RBS)

Floripa, proporcionalmente, é hoje a capital com o maior número de motocicletas Harley-Davidson do Brasil. Como a única revendedora da lendária marca norte-americana em Santa Catarina fica em Floripa, recém-inaugurada, sozinha já vendeu mais de 2 mil motocicletas.

Lembro como era um sonho da juventude ganhar uma moto de presente do pai. Era o melhor e mais desejado presente do mundo.

Sobre a Ilha

O céu de Floripa, que sempre foi das aves, transformou-se em rota de tráfico internacional do anestésico opioide Fentanil para os Estados Unidos. Em mais uma eficiente investigação, a Polícia Federal prendeu ontem uma quadrilha, inclusive um residente no Campeche preso nos EUA. Há mais coisas no ar além das aves... e dos aviões de carreira.

Sugestão à PMF

Leitor e arquiteto Edson Goeldner tem sugestão para a Prefeitura de Floripa:

"Atualmente, para obter o ‘Certificado de Idoso’ ou o ‘Certificado de Dificuldade de Locomoção’ ou simplesmente de ‘Cadeirante’, para ter direito de estacionar em vagas preferenciais pré-determinadas, é preciso ir ao IPUF, esteja atualmente onde estiver sediado, para, levando os documentos necessários, os retirar. E isso demanda tempo e locomoção, muitas vezes longa, como do Norte ou do Sul da Ilha, ao Centro da cidade. Entretanto, o município possui um órgão que tem todos os elementos para liberar tais documentos que são as unidades (antigamente chamados de postos) de Saúde, mormente próximas à residência do cidadão.

Uma análise visual ou outro tipo de exame rápido pelo pessoal técnico (médico/a ou enfermeiro/a) da unidade resolveria o problema e o documento seria expedido. Em casos eventualmente mais complicados, seria pedido exames novos ou já existentes para efeito de comprovação. Tal se daria sem grandes deslocamentos para o interessado, que é o munícipe. Fica a sugestão ao nosso prefeito". 

Leia também: A "revolta do esgoto" faz sucesso

Deixe seu comentário:

publicidade