nsc

publicidade

O rei em SC

NSC traz Roberto Carlos para fazer dois shows no estado

Compartilhe

Cacau
Por Cacau Menezes
14/02/2019 - 05h00 - Atualizada em: 14/02/2019 - 18h34
Cantor Roberto Carlos
(Foto: )

Para os fãs de Roberto Carlos, como eu, uma notícia e tanto. A NSC traz novamente o rei para dois shows em Santa Catarina em abril.

Ele passa por Blumenau no dia 26, na Vila Germânica e, no dia seguinte, a turnê chega à Arena Petry, em São José.

Os ingressos começam a ser vendidos já na sexta-feira da semana que vem, dia 22 de fevereiro, pelo site My Ticket.

Muitas histórias

Estimulado pela notícia de Cacau sobre o fechamento do Senadinho, o café do Ponto Chick mais tradicional de Floripa, jornalista Laudelino Sardá produziu essa joia de texto publicado no seu Facebook. Li, gostei e divido com vocês:

"É lá se via Alcides Ferreira, que mereceu o título popular de 'senador', pela sua imponência e estilo à gravata borboleta. Não faltava Fernando Viegas, abanando para o governador que vencia a Felipe Schmidt no Cadilac. O outro Fernando, o Bastos, tinha uma identidade com a Ilha, a ponto de sempre deixar molhado o seu bigode de café... E assim a Ilha escreveu alguns capítulos de sua história no Ponto Chic. Em 1979, a Novembrada aconteceu no Ponto Chic, onde o então presidente Figueiredo ameaçou soltar a mão contra um manifestante. E o segurança Índio, do ministro César Cala, de Minas e Energia, foi arremessado por populares sobre geladeiras e fogões da loja Arapuã. O governador Ivo Silveira descia do Palácio para beber café no Chic. Que maravilha! A Nega Tide sambava com seu reboliço mesmo em dias frios. A Marta Rocha, pedinte, dava canelada em quem lhe negasse um cruzeiro. O mulato de 80 anos, Bataclan, sob frio de 17°C, corria de calção e sem camisa até a subida da Felipe e retornava para receber aplausos. 'Olha O Glooobooooo', anunciava o simpático velhote de barba já no fim de tarde. E tudo isso morreu. O Ponto Chic fechou. E o governador Jorge Lacerda, um dos mais cultos inquilinos do Palácio, deve estar reverberando: poxa, essa Ilha não tem jeito. É melhor entregá-la aos argentinos."

Deixe seu comentário:

Cacau Menezes

Colunista

Cacau Menezes

A cara, o jeito e o sotaque de Floripa. O colunista da cidade, das pessoas que são destaque, dos bastidores decisivos e dos acontecimentos mais importantes.

siga Cacau Menezes

publicidade