nsc

publicidade

De 1% a eleito: a trajetória em números da campanha de Moisés para o governo de SC

Compartilhe

Caixa
Por Caixa de Dados
30/10/2018 - 21h58 - Atualizada em: 15/12/2018 - 11h30
Arte: Maiara Santos

Texto: Cristian Edel Weiss | Arte e visualização de dados: Maiara Santos

Quem diria em 17 de agosto, quando foi divulgada a primeira pesquisa do Ibope, contratada pela NSC Comunicação, que Comandante Moisés (PSL) seria o novo governador? O então candidato tinha apenas 1% das intenções de voto para as eleições 2018, que oscilou pouco para o segundo levantamento.

Já no terceiro, divulgado em 5 de outubro, dois dias antes do primeiro turno, Moisés aparecia com 9%, demonstrando tendência de crescimento impressionante, mas ainda na quarta posição, atrás de Mauro Mariani (MDB), Gelson Merisio (PSD) e Décio Lima (PT).

Nas urnas, a surpresa se consolidou. No dia 7 de outubro, Comandante Moisés ficou em segundo. Fez 1.071.406 votos, 50.463 a menos do que Merisio, que liderou a votação no primeiro turno.

Nas duas pesquisas do segundo round, o resultado já parecia consolidado. Mas, nas urnas, a proporção de votos recebidas pelo governador eleito foi ainda maior. Confira no gráfico abaixo a evolução de Carlos Moisés desde o início da campanha, com base no total de votos recebidos, sem excluir nulos e brancos.

Deixe seu comentário:

Caixa de Dados

Colunista

Caixa de Dados

Histórias e análises da realidade de SC e do Brasil a partir de evidências: os dados públicos. Com linguagem didática e visual, o Caixa de Dados é feito pelos editores Cristian Edel Weiss e Maiara Santos. Contato: cristian.weiss@somosnsc.com.br e maiara.santos@somosnsc.com.br

siga Caixa de Dados

Caixa de Dados

Colunista

Caixa de Dados

Histórias e análises da realidade de SC e do Brasil a partir de evidências: os dados públicos. Com linguagem didática e visual, o Caixa de Dados é feito pelos editores Cristian Edel Weiss e Maiara Santos. Contato: cristian.weiss@somosnsc.com.br e maiara.santos@somosnsc.com.br

siga Caixa de Dados

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade