publicidade

Navegue por
Caixa

Eleições em SC

Mapa da votação: Bolsonaro foi o mais votado em 266 cidades de SC; Moisés em 265

Compartilhe

Por Caixa de Dados
29/10/2018 - 16h27 - Atualizada em: 15/12/2018 - 11h36

Textos: Cristian Edel Weiss | Arte e visualização de dados: Maiara Santos

O segundo turno das eleições em Santa Catarina consagrou Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República e Carlos Moisés para o governo do Estado. Em 266 municípios catarinenses (90,1%), o presidente eleito foi o mais votado. Já o novo governador liderou a votação em 265 cidades (89,8%).

Ambos avançaram em relação ao primeiro turno. Bolsonaro tinha liderado em 262 cidades na primeira etapa, agora obteve mais quatro. Já o crescimento de Moisés foi ainda mais expressivo. No primeiro round, liderou a votação em apenas 54 municípios, mas desta vez obteve um resultado 4,9 vezes maior.

Confira os destaques:

Presidência: Bolsonaro amplia vantagem

Ao liderar a votação em 266 cidades, Bolsonaro pintou quase todo o mapa de Santa Catarina no segundo turno. Rio Fortuna foi o município com maior votação proporcional ao presidente eleito: 89,63%, seguido por Timbó (89,62%), Ascurra (89,38%) e Treze de Maio (89,24%), que no primeiro turno havia liderado a votação proporcional ao candidato no país, com quase 84% dos votos válidos.

Presidência: Haddad perde votos no segundo turno

Fernando Haddad (PT) foi o mais votado em 29 cidades de Santa Catarina no segundo turno. Mas foram 4 a menos do que no primeiro round. A maior votação foi novamente em Entre Rios, onde obteve 73,57% dos votos válidos.

Governo do Estado: Moisés avança para o interior

O desafio para o governador eleito era interiorizar o nome no segundo turno, já que no primeiro as cidades onde liderou a votação estavam localizadas principalmente na faixa entre o Litoral Norte, Vale do Itajaí e Sul do Estado. Moisés conseguiu: venceu em 265 cidades, todas onde Bolsonaro também venceu.

A maior proporção de votos válidos recebidas pelo governador eleito foi em Tubarão (86,22%), domicílio eleitoral de Moisés. Em seguida, vêm São Ludgero (86%), também no Sul do Estado, e Timbó (85,18%) e Ascurra (85,03%), no Vale do Itajaí. A cidade onde venceu de forma mais apertada foi em Monte Carlo, no Meio-Oeste, onde obteve 50,41% dos votos válidos.

Merisio ganhou em 30 municípios, a maioria onde o PT venceu

No primeiro turno, Gelson Merisio (PSD) tinha sido o candidato que mais liderou a votação para governador entre as cidades catarinenses. Foram 129 cidades, num cinturão que se estendeu desde o Extremo Oeste, passando pela Serra e alcançado parte do Sul do Estado. No segundo turno, liderou apenas em 30 cidades, uma queda de 76% no desempenho.

A melhor performance de Merisio foi em Entre Rios (65,91% dos votos válidos), no Oeste do Estado, justamente onde o candidato do PT, Fernando Haddad, também liderou a votação para a Presidência. Em seguida vêm Passos Maia (65,90%), Planalto Alegre (62,80%) e Calmon (62,10%), todos entre o Meio-Oeste e Oeste do Estado, reduto tradicional de Merisio e do PT, apesar do candidato do PSD ter declarado voto em Bolsonaro ainda no primeiro turno.

Deixe seu comentário:

Caixa de Dados

Caixa de Dados

Caixa de Dados

Histórias e análises da realidade de SC e do Brasil a partir de evidências: os dados públicos. Com linguagem didática e visual, o Caixa de Dados é feito pelos editores Cristian Edel Weiss e Maiara Santos. Contato: cristian.weiss@somosnsc.com.br e maiara.santos@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação