nsc
    nsc

    publicidade

    Entrevista

    "Estou sofrendo perseguição política", diz Coronel Armando 

    Compartilhe

    Carolina
    Por Carolina Bahia
    29/11/2019 - 19h38 - Atualizada em: 30/11/2019 - 08h31
    Deputado em entrevista
    Deputado Coronel Armando. (Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados / Divulgação)

    Fiel aliado do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Coronel Armando (PSL-SC) está com o foco na pauta econômica. Acompanhe a entrevista:

    Qual a sua situação no PSL?

    Não posso sair agora senão perco o mandato, mas assim que possível, vou para o novo partido, o Aliança Pelo Brasil. Estou sofrendo alguma perseguição política no PSL, deixei de ser presidente da Executiva em Joinville. 

    Qual a sua articulação para as eleições municipais de 2020?

    Vou apoiar alguém para a prefeitura, não serei candidato em Joinville. Não será o PSL, mas de algum partido de direita. Só iria concorrer se o presidente dissesse "Armando, gostaria que você". Mas fora isso, vou continuar meu primeiro mandato na Câmara.

    A menos de um mês do recesso, quais são as pautas prioritárias do Governo no Congresso?

    Precisamos primeiro terminar a PEC Paralela da Previdência. A pauta econômica é a principal, como a MP da Liberdade Econômica. Também queremos levar o Pacote Anticrime para análise no Plenário. A reforma administrativa, o presidente deixou claro que ficou para o ano que vem.

    *Com Camila Faraco

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC​

    Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    publicidade