nsc
nsc

Mercado automotivo

SUVs dominam em SC

Compartilhe

Carros
Por Carros
15/11/2021 - 19h09 - Atualizada em: 16/11/2021 - 08h44
Jeep Compass: o mais vendido em SC
Jeep Compass (Foto: Stellantis)

Até outubro, 78.548 autoveículos foram emplacados em Santa Catarina (automóveis e comerciais leves), de acordo com os dados divulgados pela Fenabrave, entidade que reúne as concessionárias. Esse montante representa 4,8% de todas as vendas do Brasil.

Os SUVs dominam entre os mais procurados: dos 10 mais licenciados no ano, 6 são utilitários-esportivos, 3 hatches e 1 picape. O Compass é disparado o modelo mais vendido no estado.

O Grupo Stellantis, com Jeep e Fiat, comandam o ranking ao lado de Hyundai, Chevrolet e Volkswagen. Confira.

Top 10 de Santa Catarina

Modelo Unidades

1º Jeep Compass 4.011

2º Hyundai HB20 3.507

3º Fiat Strada 3.251

4º Jeep Renegade 3.210

5º Volkswagen T-Cross 3.026

6º Volkswagen Nivus 2.833

7º Chevrolet Onix 2.771

8º Chevrolet Tracker 2.507

9º Fiat Argo 2.502

10º Hyundai Creta 2.433

Período: Janeiro a outubro - fonte: Fenabrave

Setor afetado pela crise de semicondutores

As vendas de autoveículos em outubro no país tiveram alta de 5,44% em relação a setembro, segundo a Fenabrave, com o emplacamento de 150 mil unidades.

Mesmo com esse pequeno avanço, o setor continua afetado pela crise global de abastecimento de componentes para a produção industrial.

“Os emplacamentos de todos os segmentos automotivos vêm oscilando, de acordo com o fluxo de produção. A demanda se mantêm alta, por parte do consumidor, mas há segmentos em que a espera por um veículo pode levar meses. Esperamos pela normalização da produção, mas acreditamos que isso só ocorra em meados de 2022, na melhor das hipóteses”, afirma Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.

Populares estão no passado

Entre tantas tendências que despontam no pós-pandemia, a Anfavea, entidade que representa as montadoras, indicou que o carro “popular” já era. Para Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea, os veículos evoluíram e por isso estão mais caros. “O carro que vendemos hoje não é mais aquele da década de 80. Temos muitas tecnologias regulatórias, de segurança e emissões, caminhamos para a eletrificação. Essas exigências têm impacto na configuração do veículo e vieram para ficar. Portanto essa figura do carro popular não existe mais. Esquece, isso é passado”, afirmou.

Citroën só pensa em crescer

Com novos produtos e agora sob o guarda-chuva da Stellantis, a Citroën anunciou planos ambiciosos para o Brasil, com expectativas de sair do atual 1% de participação de mercado para 4% até 2024. Hoje, a marca só comercializa o C4 Cactus e modelos de sua linha comercial (Jumpy e Jumper).

Batizado de Citroën 4 All, o plano é baseado em lançamentos nacionais e importados. Um deles será o novo C3, que vira um SUV compacto, será feito em Porto Real (RJ) e iniciará vendas no primeiro trimestre de 2022.

Mais dois modelos serão produzidos nessa planta ou na Argentina. Outra novidade é a importação do comercial e-Jumpy para o fim deste ano ou início de 2022, o primeiro do segmento 100% elétrico.

Citroën e-Jumpy chega em breve
Citroën
(Foto: )

“O Citroën 4 All está sustentado em quatro pilares: inovação acessível, marca confiável, marca cool e marca sustentável”, explicou Vanessa Castanho, Head da marca na América do Sul.

Já a rede de concessionárias será expandida das atuais 123 lojas para 175 já no próximo ano.

Linha 2022 da Hilux tem novidades

A Toyota lança a linha 2022 da Hilux com novidades. Uma delas é a retirada de linha da versão 2.7 flex de 163 cv e mantém o 2.8 turbodiesel de 204 cv, com opções de transmissão manual e automática, ambas de seis velocidades.

Em Santa Catarina, a picape da Toyota é a mais vendida da categoria, com acumulado de 1.021 unidades de janeiro a outubro.

A picape feita na Argentina virá com a segurança reforçada em seu pacote Toyota Safety Sense (TSS). A versão SRX adicionou um sensor que detecta pedestres e ciclistas para o sistema de pré-colisão frontal e monitor de visão 360 graus. A SR, por sua vez, recebeu sensor de estacionamento dianteiro e traseiro.

As variantes SR, SRV e SRX passam a oferecer de série com ar-condicionado de duas zonas automático e digital, incluindo saída no banco traseiro.

Confira versões e preços:

Hilux Cabine/Chassi – R$ 208.090

Hilux Cabine Simples STD – R$ 215.490

Hilux Cabine Dupla STD – R$ 230.590

Hilux SR – R$ 257.490

Hilux SRV – R$ 273.990

Hilux SRX – R$ 306.990

Lucia Camargo

Colunista

Carros

Carros, por Lucia Camargo. A mobilidade em nossas vidas. Tudo o que você precisa saber sobre carros e seu ecossistema: mercado, lançamentos, tendências, serviços, o que mexe com o bolso e até ajudar a escolher seu próximo veículo. lucia@viadigital.com.br

siga Carros

Lucia Camargo

Colunista

Carros

Carros, por Lucia Camargo. A mobilidade em nossas vidas. Tudo o que você precisa saber sobre carros e seu ecossistema: mercado, lançamentos, tendências, serviços, o que mexe com o bolso e até ajudar a escolher seu próximo veículo. lucia@viadigital.com.br

siga Carros

Mais colunistas

    Mais colunistas