nsc
    nsc

    publicidade

    Hostilidade

    Alvo de bolsonaristas em SC, Miriam Leitão já foi vítima de xingamentos da esquerda

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    17/07/2019 - 19h05 - Atualizada em: 17/07/2019 - 22h58
    Miriam Leitão teve a participação na Feira do Livro de Jaraguá do Sul cancelada (Foto: Reprodução)
    Miriam Leitão teve a participação na Feira do Livro de Jaraguá do Sul cancelada (Foto: Reprodução)

    O presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Marcelo Rech, lamentou nesta quarta-feira (17) o episódio que resultou no cancelamento da participação da jornalista Miriam Leitão e do sociólogo Sérgio Abranches na 13ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul. Rech lembrou que esta não é a primeira vez que Miriam Leitão é vítima de perseguição.

    Em 2017, ela recebeu o Prêmio ANJ de Liberdade de Imprensa como símbolo de resistência à hostilidade contra jornalistas. Na época, Miriam havia sido verbalmente atacada por um grupo de delegados do PT durante um voo de duas horas entre Brasília e o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

    — É lamentável que, neste ambiente de polarização, ocorra algo muito similar. Causa preocupação a falta de disposição para o diálogo, a falta de tolerância que é necessária ao convívio com as ideias contrárias, que é a base da democracia — afirma Rech.

    Leia também: Associação de imprensa condena ataques a Miriam Leitão e Glenn Greenwald

    Liberdade de expressão preocupa OAB de SC

    A mesma preocupação foi levantada pelo presidente da Comissão da Liberdade de Expressão da Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina (OAB/SC), Alexandre Dorta.

    — A OAB vê com tristeza a liberdade de expressão ceifada. Ela (Miriam) falaria de literatura, não de política. Mas, ainda que houvesse política (na programação), a democracia tem como pilar a liberdade de expressão.

    Como se trata de um evento privado e a própria organização decidiu cancelar a vinda dos convidados, para evitar conflitos, a OAB não tomará outras providências neste momento.

    Caso repercute no país

    Nesta quarta-feira, o cancelamento do convite a Miriam Leitão e Sérgio Abranches esteve entre os assuntos mais comentados do Twitter. Do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao jornalista Glen Greenwald, que lembrou o episódio recente em que também foi alvo de protestos ao participar da Feira da Literatura Internacional de Paraty (RJ).

    Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado do portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade