nsc
    nsc

    Paulo Lins

    Autor de ‘Cidade de Deus’ cancela presença na Feira do Livro de Jaraguá do Sul por clima de intolerância

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    16/08/2019 - 09h29 - Atualizada em: 16/08/2019 - 12h17
    Paulo Lins, Divulgação
    Paulo Lins, Divulgação

    A onda de intolerância que levou ao cancelamento da participação da jornalista Míriam Leitão e de seu marido, o sociólogo Sérgio Abranches, continua repercutindo na 13ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul. O escritor Paulo Lins, autor de ‘Cidade de Deus’, que faria nesta sexta-feira um bate-papo com o público, decidiu cancelar a vinda a Santa Catarina. O autor suspendeu a participação como resposta às manifestações intolerantes.

    A organização informou, em nota, que o bate-papo com Paulo Lins, que teria como tema O livro, o filme e o samba, será substituído pelo Guia de Leitura: Literatura, rock e resistência, com Gelson Bini. O comunicado informa que os organizadores respeitam a decisão do escritor.

    O escritor Paulo Lins cancelou sua participação de hoje no evento por não compactuar com o clima de intolerância que se instaurou e que ocasionou o cancelamento de dois convidados. Respeitamos e entendemos a decisão do autor.

    Painel debate intolerância

    Nesta quinta-feira, a organização da Feira do Livro apresentou um painel sobre intolerância, que foi transmitido ao vivo nas redes sociais. A discussão iniciou com a leitura de mensagens de ódio e ameaças endereçadas à jornalista Míriam Leitão, após o anúncio de sua participação no evento. Especialistas falaram sobre as razões políticas e filosóficas que levam a posturas intolerantes.

    O episódio envolvendo Míriam Leitão repercutiu nacional e internacionalmente. A jornalista falaria, em Jaraguá do Sul, sobre sua formação como leitora e escritora, e seus livros favoritos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas