nsc
nsc

publicidade

Monitoramento

Balneário Camboriú estreia reconhecimento facial; câmeras já identificaram foragido 

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
24/09/2019 - 09h23 - Atualizada em: 24/09/2019 - 09h37
Imagens de câmeras de monitoramento (Foto: Divulgação PMSC)
Imagens de câmeras de monitoramento (Foto: Divulgação PMSC)

A Secretaria de Estado de Segurança Pública reativou em Balneário Camboriú o projeto Bem-te-vi, com 63 câmeras de monitoramento – 24 delas com tecnologia de leitura de placas e reconhecimento facial. A cidade estava fora do programa estadual desde 2015, quando a SSP recolheu as câmeras porque faltava linha de transmissão por fibra ótica, que era responsabilidade do município.

A reativação do projeto foi feita em parceria entre Estado e prefeitura. A SSP entrou com os equipamentos e investiu R$ 350 mil; o município pagará R$ 120 mil por ano para a manutenção da rede e transmissão de dados. Esta é a primeira fase do programa, que deve chegar a 300 câmeras. O edital de licitação para os aparelhos está prestes a ser lançado, e a expectativa é que o sistema esteja completo e instalado até o final da temporada de verão.

Alerta em tempo real

Tenente Rodrigo Schmitt, chefe da Central Regional de Emergência, explica que esta primeira fase servirá para a adaptação das forças de segurança à nova tecnologia. As informações geradas pelas câmeras de alta precisão, que estão interligadas ao sistema do Detran e à base de dados sobre foragidos no Estado, são emitidas em tempo real por meio de alertas aos policiais e guardas municipais de plantão.

Foragido identificado

Na semana passada, o sistema, que já está em funcionamento, reconheceu em Balneário Camboriú pela primeira vez um foragido da Justiça. O homem tinha um mandado de prisão ativo desde abril, e foi identificado por uma das câmeras instaladas no Centro. Foi detido e encaminhado ao sistema prisional.

As primeiras câmeras estão distribuídas por locais de grande circulação de pessoas e onde são maiores os índices de criminalidade. Há equipamentos em praticamente todos os bairros da cidade. Quando o programa estiver completo, com 300 câmeras ativas, a ideia é que toda a cidade esteja monitorada.

Passarela da Barra

Das 63 câmeras instaladas agora, a maior parte são novas, compradas recentemente pela SSP. Equipamentos de tecnologia mais simples foram instalados na Passarela da Barra – são 28 câmeras, que agora transmitem imagens de todo o trajeto, entre um lado e outro do Rio Camboriú. Nesse caso, o principal objetivo é conter os atos de vandalismo.

A reativação da parceria entre Estado e município será apresentada nesta quinta-feira (26), na Praça Almirante Tamandaré, com a presença do secretário de Estado de Segurança, coronel Araújo Gomes.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas