publicidade

Dagmara

Educação

Bloqueio de verbas do MEC nas federais soma R$ 102 milhões em instituições de Santa Catarina

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
14/05/2019 - 10h00 - Atualizada em: 14/05/2019 - 14h49
Abraço ao IFC Camboriú, na terça-feira (Foto: Divulgação)
Abraço ao IFC Camboriú, na terça-feira (Foto: Divulgação)

Os números atualizados do bloqueio de recursos do Ministério da Educação (MEC) para instituições catarinenses somam R$ 102 milhões. Entram na conta as verbas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e o Instituto Federal Catarinente (IFC), que atendem, juntos, mais de 100 mil estudantes.

A mais afetada é a UFSC, com um bloqueio de R$ 60 milhões. O IFSC, com 22 campi em todo o Estado, teve R$ 23,5 milhões bloqueados. O IFC soma R$ 19 milhões em recursos retidos. As três instituições anunciaram oficialmente que terão dificuldade em fechar o ano letivo caso o governo federal não reverta o contingenciamento.

Nos institutos federais, além das atividades de ensino há preocupação com os campi agrícolas, onde os animais demandam trabalho de terceirizados, medicamentos e alimentação.

Repercussão política

Os cortes levaram deputados estaduais a se manifestarem em plenário na Alesc, e a Comissão de Educação, presidida pela deputada Luciane Carminatti (PT), aprovou uma moção de repúdio contra os cortes de verbas, encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro, ao MEC, à presidência da Câmara e do Senado.

Na semana passada, as reitoras do IFC, Sônia Fernandes, e do IFSC, Maria Clara Schneider, procuraram o presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado Rogério Peninha (MDB), para pedir apoio.

Segundo a assessoria do deputado, elas devem ser chamadas a falar no próximo encontro da bancada em Brasília, que ainda não tem data marcada. Por enquanto, o assunto segue sem repercussão na ala catarinense do Congresso.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade