nsc
nsc

Política

Antes do descanso em SC, Bolsonaro agitou o bloco ‘da bala’ em pleno Carnaval

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
13/02/2021 - 15h38
Presidente Jair Bolsonaro em estande de tiro
Presidente Jair Bolsonaro em estande de tiro (Foto: Instagram, Bolsonaro)

Antes de desembarcar em Santa Catarina para o feriadão de Carnaval, o presidente Jair Bolsonaro tratou de agradar os armamentistas que fazem parte de seu grupo de apoio por decreto. O governo flexibilizou as regras para civis comprarem e estocarem armas e munição – regras que foram publicadas no Diário Oficial da União em edição extra.

> Bolsonaro chega a SC acompanhado de filhos e amigos para descansar e pescar em São Francisco do Sul

Entre as mudanças, a quantidade de armas que cada pessoa pode comprar subiu de quatro para seis. As regras de controle também foram afrouxadas. Atiradores esportivos, por exemplo, poderão ter até 60 armas sem autorização especial do Exército. Para caçadores, esse limite passa a ser de 30.

> São Francisco do Sul aguarda Bolsonaro com série de convites

O movimento é visto com preocupação por alguns especialistas em segurança pública. Mas integra o pacote das ‘pautas de costumes’ que o governo tem intenção de tocar em 2021. É um dos assuntos que o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), deixou na gaveta. Com Arthur Lira (PP) no comando, Bolsonaro tem retaguarda no Legislativo para peitar a polêmica.

> Bolsonaro será recebido em São Francisco com escultura feita pelo artista Lula da Prainha

A partir do Forte Marechal Luz, onde a comitiva de Bolsonaro está hospedada a passeio em São Francisco do Sul, o filho do presidente, deputado Eduardo Bolsonaro, fez uma ‘live’ neste sábado (13) para defender os decretos. Conversou virtualmente com o advogado Marcos Pollon, que integra o Movimento Pró-Armas e também é um entusiasta das mudanças.

Polêmica, a pauta repercute nas redes sociais neste fim de semana de Carnaval e mobiliza parlamentares de oposição num momento delicado, quando o país voltou a ter mais de mil mortos por dia pela Covid-19, faltam vacinas e o governo é pressionado pelo retorno do auxílio emergencial.

Experiente em direcionar o debate público, Bolsonaro ‘soltou a bomba’ e saiu de cena. Veio a Santa Catarina para pescar. Enquanto isso, o bloco dos armamentistas passa na rua. Carrega junto o estandarte do “sanatório geral” que temos chamado de Brasil.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas