nsc
    nsc

    Mercado imobiliário

    Cidades de Santa Catarina têm valorização de imóveis acima da média nacional; veja lista

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    08/01/2020 - 11h36 - Atualizada em: 08/01/2020 - 11h39
    Prédios
    (Foto: Tiago Ghizoni / NSC Total)

    O relatório anual do Fipe Zap, índice da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas que leva em conta o preço de imóveis anunciados no mercado, mostra que Santa Catarina teve resultados acima da média nacional quanto à valorização.

    Enquanto a tendência brasileira foi de uma valorização “engolida” pela inflação, ou seja, sem resultado real, seis, das sete cidades catarinenses avaliadas, registraram índices positivos.

    Os melhores números são os de Itajaí, onde os imóveis valorizaram, em média, 4,16% de acordo com o levantamento. É o segundo melhor índice do Brasil, atrás apenas de Vitória, capital do Espírito Santo, onde a valorização foi de 5,9%.

    Florianópolis é a segunda melhor colocada do Estado, e uma das capitais brasileiras com melhor índice de crescimento no ano de 2019.

    A valorização foi de 3,3%. Em seguida vêm Balneário Camboriú (3,1%), Itapema (2,8%), São José (2,5%) e Blumenau (2,2%).

    A única cidade a registrar desvalorização no preço médio foi Joinville, onde o valor dos imóveis caiu -0,08% no ano passado.

    Índice de valorização:

    Itajaí : +4,1%

    Florianópolis: +3,3%

    Balneário Camboriú: +3,1%

    Itapema: +2,8%

    São José: +2,5%

    Blumenau: +2,2%

    Joinville: -0,08%

    Preço médio por metro quadrado:

    Balneário Camboriú – R$ 7,3 mil

    Florianópolis – R$ 7 mil

    Itapema – R$ 6,3 mil

    Itajaí – R$ 6 mil

    Joinville – R$ 4,6 mil

    São José – R$ 4 mil

    Blumenau – R$ 3,9 mil

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas