Reunido com a Superintendência Nacional da Caixa Econômica Federal em Brasília, o vereador de Balneário Camboriú André Meirinho (PP) apresentou nesta terça-feira (20), uma solução para o impasse da Praia de Taquarinhas – e ela passa por “trocar o nome” da última praia deserta da região.

Continua depois da publicidade

O município e o Estado querem tornar a área um parque ambiental. Só que há implicações econômicas na transferência, já que os terrenos foram tomados pela Caixa como garantia de uma dívida não paga por uma construtora.

Autor de uma tese de doutorado sobre Naming Rights, Meirinho propõe que o banco disponibilize ao município ou Estado os terrenos e, em contrapartida, a praia carregue o nome da Caixa, em uma espécie de patrocínio por prazo indeterminado. Seria uma maneira de compensar financeiramente a instituição pela cessão da área.

Vereador se reúne com superintendência nacional da Caixa (foto: Divulgação)

Meirinho sugeriu, por exemplo, “Parque Taquarinhas Caixa”. Os representantes da Caixa se interessaram pela alternativa e ficaram de analisar tecnicamente as possibilidades de efetivação.

– Fico feliz com a possibilidade de análise da Caixa, pois é um cenário positivo que todos saem ganhando. População de Balneário Camboriú com um espaço preservado para o presente e futuro, poder público que pode manter o espaço e Caixa que tem projeção de publicidade em um lugar com potencial imenso – disse o vereador.

Continua depois da publicidade

Participaram da reunião o Chefe de Gabinete do Senador Esperidião Amin, Amaro Lucio da Silva, o Superintendente Nacional da Caixa Econômica, Danilo Binda, o Gerente Nacional do banco, Daniel Rocha, e o gerente executivo, Erick Marques Viana.

Destaques do NSC Total