O alargamento da faixa de areia em Itapema deverá resultar em uma valorização de 46,8% nos imóveis frente mar. O levantamento leva em conta um estudo feito pela consultoria Appraisal Institute, maior associação profissional de avaliadores imobiliários dos Estados Unidos, que revelou que praias norte-americanas que fizeram alargamento da faixa de areia registraram valorização de até 2,6% para cada 10% a mais de espaço na orla.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Esse mesmo estudo foi usado como base para projetar a curva surpreendente de valorizaçao de Balneário Camboriú após o alargamento da faixa de areia – um fenômeno que fez a cidade subir para o primeiro lugar no ranking nacional do preço do metro quadrado – e levando as cidades próximas “de carona”.

O cálculo de valorização de Itapema foi feito pela Construtora e Incorporadora Edify, que está construindo o icônico empreendimento Edify One. A praia vai aumentar de 25 para 70 metros, o que representa 180% de acréscimo, resultando em uma valorização de 46,8% para os imóveis frente-mar. Atualmente, a diferença entre Itapema e Balneário Camboriú, que tem o metro quadrado mais valorizado do país, é de apenas 1,073% – o que significa que pode haver uma inversão no topo do ranking, alternando as cidades catarinenses.

Quem está por trás da “chuva” de dinheiro em plena Praia Central de Balneário Camboriú

Continua depois da publicidade

Nestes 15 meses, o preço do metro quadrado na cidade aumentou R$ 2.152 e se aproxima cada vez mais da vizinha. De acordo com o mais recente levantamento, divulgado no começo de março, o m² em BC custa R$ 12.903 e em Itapema, R$ 12.766, ou seja, uma diferença de apenas R$ 137.

O protagonismo de Itapema também é comprovado pelos dados da plataforma DWV, que reúne informações de imóveis de todo o país. A cidade lidera o número de vendas. Em 2024, já foram 1.349 unidades vendidas em Itapema, o que totaliza cerca de R$ 1,5 bilhão em negociações somente até a primeira quinzena de abril. 

Nova atração em Balneário Camboriú vai simular queda-livre a 300 km/h

Em 2023, o desempenho também teve saldo positivo. Foram 3.829 unidades comercializadas, o equivalente a R$ 4,3 bilhões, valor bem superior a 2022, quando 2.893 imóveis foram vendidos, acumulando um total de R$ 2,9 bilhões, de acordo com o DWV.

Para especialistas, o crescimento das vendas é reflexo de fatores como melhorias na infraestrutura de Itapema. Segundo o corretor Renan Lazarotto, da Lazarotto Investimentos Imobiliários, alguns projetos como o engordamento da faixa de areia da Meia Praia, que está em fase de licenciamento, deve trazer ainda mais valorização aos imóveis, especialmente, os próximos à orla.

Continua depois da publicidade

– A obra do alargamento é algo muito expressivo para o desenvolvimento econômico. Balneário Camboriú, por exemplo, teve uma valorização de mais de 40% nos imóveis frente mar e com toda certeza isso se repetirá em Itapema, devido a esta e a outras obras de infraestrutura na cidade – diz Lazarotto.

Deputados de SC vão à Justiça em conjunto para derrubar a TPA de Bombinhas

Luiz Feitosa, especialista em mercado imobiliário e sócio da Edify One, diz que outros fatores ajudam a impulsionar a valorização:

– Dentre eles, a segurança e a excelência em qualidade de vida que tornam a cidade um local ideal para morar e investir. Os constantes investimentos em infraestrutura, como o alargamento da orla e o novo píer turístico, que não apenas embelezam a cidade mas também potencializam sua valorização no mercado, são fundamentais para o crescimento sustentável de Itapema, que ainda é uma cidade jovem e tem muito a crescer e valorizar – diz.

O projeto de engordamento da faixa de areia deve dobrar o tamanho das praias do Estreito e Meia Praia. Além disso, Itapema prepara uma grande mudança em toda a orla. Uma das principais propostas é a construção de uma nova beira-mar que ligará Meia Praia ao Centro da cidade. A revitalização prevê ainda a criação de espaços multifuncionais para atividades físicas, culturais e de lazer, com mais opções para moradores e atrativos para os visitantes.

Continua depois da publicidade

Os bairros que alavancam a venda de imóveis em SC:

Destaques do NSC Total