publicidade

Navegue por
Dagmara

Fofura

Conheça Feijão, o cão-atleta que faz fama em provas de corrida em SC

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
30/12/2018 - 14h12 - Atualizada em: 30/12/2018 - 14h21
Feijão
Feijão (Foto: Cristielle Pereira - Gol de Placa Comunicação)

Feijão, um cachorro cor de caramelo e cheio de energia, é o protagonista de uma história de amizade e superação. O cãozinho é o fiel companheiro de Edson Neumann, morador de Navegantes que virou atleta depois de um grave problema de saúde. Encontrado na rua, Feijão virou a companhia de Neumann em todos os momentos _ das refeições em família, sentado à mesa, às provas de corrida e triátlon.

O cãozinho, que já é conhecido nas corridas de rua em Santa Catarina, coleciona medalhas, como um autêntico vencedor.

A história começa em 2008, quando Neumann, um bancário workaholic, teve um AVC. Ele trabalhava demais, fumava e estava acima do peso. Decidiu que era hora de cuidar da saúde, e começou a praticar corrida.

O antigo estilo de vida deixou como sequelas as dores no corpo, que vez ou outra precisam ser aliviadas com analgésicos. Mas, a essa altura, o gosto pelo esporte já havia o conquistado.

Feijão
Feijão
(Foto: )

Neumann tinha vontade de ter um cachorro, mas as viagens constantes não permitiam. Quando se mudou para Navegantes, em 2016, achou que era chegada a hora de ter um companheiro de quatro patas.

Feijão apareceu em sua vida no final de 2017. Filhote ainda, estava abandonado na rua.

_ Estava todo desamparado, me chamou atenção a tristeza nos olhos dele. Peguei no colo e tive uma sensação muito gostosa. Ele me olhou nos olhos, como faz hoje ainda. Temos uma incrível sintonia entre nós.

Uma ligação tão intensa, que Feijão passou a acompanhar Neumann nos treinos. Começou correndo 5 quilômetros e logo chegou aos 10. Foi quando o tutor percebeu que poderia levá-lo para as competições.

_ A primeira experiência já foi um sucesso. Ia só pelo lado direito, no limite dos corredores, fez a prova toda comigo. Pisamos na linha de chegada, ele com a patinha direita e eu com o meu pé direito _ conta Neumann.

Feijão
Feijão
(Foto: )

Em pouco tempo, Feijão ficou conhecido entre os corredores. Espera ser dada a largada para começar a correr e, descolado, não corre mais apenas ao lado do tutor, mas divide-se durante o trajeto junto de novos amigos. Para cruzar a linha de chegada, no entanto, faz questão de estar ao lado de Neumann.

Tanta fofura fez com que ele começasse a receber medalhas dos organizadores das corridas. Já são 10, de todas as provas que ele concluiu. Só falta conseguir medalhas no triátlon _ mas, por enquanto, a velocidade das bicicletas torna difícil acompanhar em quatro patas.

Mesmo assim, Feijão não fica de fora: quando o dono participa de uma prova de triatlon ele faz uma parte da natação, espera durante o ciclismo e está pronto para largar junto quando chega a hora da corrida.

Neste domingo, Feijão participará ao lado de Neumann de uma corrida noturna em Balneário Camboriú, a partir das 20h. No início da tarde, dormia esticado no sofá para guardar energias para a prova.

_ Ele adora, curte demais. A adrenalina dele vai lá para cima. Eu digo – vamos correr? – e ele já fica ligado. Vai preparado com um corredor, se enturma. É um cachorro feliz _ diz o dono.

E alguém duvida?

Veja mais fotos do Feijão

Feijão
Feijão
(Foto: )

Feijão
Feijão
(Foto: )

Feijão
Feijão
(Foto: )

Feijão
Feijão
(Foto: )

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação