publicidade

Navegue por
Dagmara

Economia

Efeito GM no Porto de Itajaí

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
11/06/2019 - 19h20 - Atualizada em: 11/06/2019 - 19h20
Foto: Marcos Porto, Divulgação
Foto: Marcos Porto, Divulgação

O Porto de Itajaí chegou à marca de 25 mil veículos movimentados desde que iniciaram as operações de importação da General Motors, em junho do ano passado. Em um ano, foram 21 atracações de navios de sistema tipo RoRo, em que os carros são conduzidos pelos portuários direto para o pátio do terminal. No último fim de semana, mais 1,2 mil veículos chegaram a bordo de duas embarcações.

O contrato firmado entre a GM e a APM Terminals, arrendatária do Porto de Itajaí, depois de quatro meses de operações-teste, prevê um ano de desembarques. Mas os bons resultados, que incluem uma movimentação acima da média, de 117 veículos por hora, já impulsionam a busca por negócios similares.

O superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga, apresenta nesta quarta-feira à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico a proposta de uma atuação conjunta com o Governo do Estado, para ampliação dos serviços. A ideia é que o Estado ofereça o Porto de Itajaí como uma das vantagens operacionais para montadoras que procuram Santa Catarina com interesse em se instalarem por aqui. A renovação do contrato com a GM, que vence no segundo semestre, já está em tratativas.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação