nsc
    nsc

    Orçamento

    Facisc apela a deputados e senadores para evitar paralisação das obras da BR-470

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    07/12/2020 - 07h59
    Duplicação da BR-470
    Duplicação da BR-470 (Foto: Patrick Rodrigues, Arquivo NSC)

    A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) recorreu ao fórum parlamentar catarinense pedindo ajuda no orçamento federal para dar conta das obras de duplicação da BR-470 em 2021. São necessários R$ 105 milhões para a continuidade dos trabalhos no ano que vem, segundo projeção do Ministério da Infraestrutura.

    > Pedro Machado: Mais 4 quilômetros da duplicaão da BR-470

    A ideia é que a verba venha de emendas parlamentares. O governo coloca a BR-470 como a obra rodoviária que mais demandará recursos em 2021.

    > Ministro da Infraestrutura diz que está satisfeito com ritmo da duplicação da BR-470

    O pedido é assinado pelo presidente da Facisc, Jonny Zulauf, e por Sérgio Rodrigues Alves, que assume o comando da entidade no ano que vem, e leva em conta, entre outros aspectos, a falta de perspectivas para a concessão da rodovia. A entidade ressalta, no ofício enviado a senadores e deputados federais, que ainda não há prazos nem garantia de viabilidade da concessão – o que torna inviável relegar os investimentos necessários a uma possível entrega da BR-470 à iniciativa privada.

    > Promessa de infraestrutura, Ferrovia do Frango terá custo mínimo de R$ 17 bilhões e pode ser inviável

    O texto também ressalta que o governo tende a desistir da ferrovia Leste-Oeste, a ‘ferrovia do frango’, devido ao custo estimado em R$ 17 bilhões. Isso torna ainda mais necessária e urgente a duplicação da BR-470, do ponto de vista econômico.

    “As obras de duplicação da BR-470/SC entre Navegantes e Indaial iniciaram em 2013, deveriam estar concluídas em 2017 e devem se arrastar por mais alguns anos em função da escassez de recursos disponíveis e da necessidade de inúmeras desapropriações para a abertura de novas frentes de trabalho”, alerta o documento.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas