nsc
    nsc

    Pandemia

    Fiscais interrompem festa de turistas de São Paulo e Rio de Janeiro em Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    28/06/2020 - 15h50 - Atualizada em: 29/06/2020 - 06h08
    Festa interrompida no Estaleirinho (foto: Divulgação)
    Festa interrompida no Estaleirinho (foto: Divulgação)

    A fiscalização da prefeitura de Balneário Camboriú encerrou, neste sábado (27), uma festa que reunia turistas de São Paulo e do Rio de Janeiro em uma casa alugada na Praia do Estaleirinho. O proprietário foi multado, em valor não divulgado, por decumprir as regras para conter a pandemia. A ação contou com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.

    Desde sexta-feira (26), a entrada de turistas de outros estados em Balneário Camboriú tem sido barrada nos acessos à cidade. As barreiras sanitárias foram instaladas para conter o fluxo turístico, já que a região da Foz do Itajaí-Açú foi classificada pelo Estado em nível gravíssimo de risco de transmissão do novo coronavírus.

    O acesso é permitido, no entanto, quando os motoristas comprovam ter residência na cidade. O controle de acesso é uma das medidas recomendadas pela Secretaria de Estado da Saúde para regiões que atingem o nível gravissimo de risco.

    Outra festa foi interrompida na Praia do Estaleiro, com 150 convidados. Quando a fiscalização chegou ao local encontrou as luzes apagadas, numa tentativa de esconder a balada. Algumas pessoas que participavam do evento fugiram pela mata no momento da abordagem.

    O proprietário do imóvel, que é alugado, será multado por permitir a realização do evento.

    pesar das luzes apagadas, na tentativa de camuflar a festa, o fato foi constatado e a fiscalização surpreendeu os convidados, encerrando a balada imediatamente. Algumas pessoas fugiram para o matagal no momento da abordagem.

    O proprietário da residência será  penalizado com multa, por permitir este tipo de evento. 

    Bailão fechado

    Já na madrugada de domingo (28), a fiscalização recebeu denúncias sobre uma bailão na Rua Corupá, no Bairro dos Municípios. O estabelecimento desrespeitou o decreto municipal que proíbe a abertura de espaços comerciais entre 23h e 6h. O estabelecimento foi interditado por cinco dias e o responsável foi notificado.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas