nsc
    nsc

    Caso Patrícia

    Homem que levou mulher morta ao quartel da PM em Itajaí segue internado

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    19/08/2019 - 10h28 - Atualizada em: 19/08/2019 - 10h30
    Patrícia foi morta na noite de sábado (Foto: Reprodução)
    Patrícia foi morta na noite de sábado (Foto: Reprodução)

    Agentes do Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap) estão responsáveis por escoltar Francisco Helder Barbosa, 37 anos, no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. Ele teve a prisão preventiva decretada no domingo (18), horas após ter entregado o corpo de Patrícia Vitório dos Santos, 25, no quartel da Polícia Militar no Bairro São Vicente.

    O hospital não informa qual o estado de saúde de Francisco que, segundo a Polícia Civil, precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele passou mal na delegacia, após ter sido entregue pela Polícia Militar, e precisou ser socorrido.

    De acordo com o relatório da PM, Francisco chegou ao quartel por volta das 22h de sábado. Disse que havia matado uma mulher, que o corpo estava dentro de seu carro, estacionado à porta do quartel, e se entregou.

    Os policiais encontraram Patrícia no banco de passageiros, com um ferimento profundo no pescoço. A faca supostamente usada no crime estava dentro do carro.

    Os Bombeiros foram chamados, e confirmaram que Patrícia estava morta há pelo menos 40 minutos. Francisco disse à polícia que teria cometido o crime após uma discussão, no Bairro Paciência.

    O corpo de Patrícia foi liberado no domingo e levado para a cidade de Honório Serpa, no Paraná, onde vive sua família.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas