nsc
    nsc

    Turismo

    IMA libera licença ambiental e autoriza alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    15/12/2020 - 13h31 - Atualizada em: 15/12/2020 - 16h49
    Praia Central de Balneário Camboriú
    Praia Central de Balneário Camboriú (Foto: Fabiano Correia, Arquivo)

    A Comissão Central de Licenciamento Ambiental do Instituto do Meio Ambiente (IMA) aprovou nesta terça-feira (15) a licença ambiental de instalação (LAI) para as obras de alargamento da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú. Com o documento, a prefeitura poderá assinar a ordem de serviço para o início da empreitada.

    > Proposta de R$ 66 milhões vence licitação para alargar faixa de areia em Balneário Camboriú

    O prefeito Fabrício Oliveira (Pode) disse que a entrega oficial da licença será feita pelo governador Carlos Moisés (PSL). A data para a solenidade ainda não foi definida. 

    > Roda gigante vai impactar mercado imobiliário em Balneário Camboriú; entenda

    Com a licença em mãos, a prefeitura não deve aguardar o fim da temporada de verão para autorizar o começo dos trabalhos. Fabrício disse que o alargamento será iniciado assim que for possível mobilizar a draga e mobilizar o canteiro de obras.

    >SC libera hotéis com capacidade máxima para a temporada de verão com Covid-19

    - Vamos ajustar com a empresa que venceu a licitação essa organização, até porque a Barra Sul já está sem faixa de areia – disse o prefeito.

    > Renato: Moisés aposta alto com liberação de capacidade máxima de hotéis

    A vencedora da licitação foi a filial brasileira da empresa belga Jan De Nul, uma gigante do setor de dragagem que já atuou em portos catarinenses. O valor proposto para a obra foi de R$ 66,8 milhões, cerca de 20% a menos do que o preço de referência, que era de R$ 85 milhões.

    As obras de alargamento devem triplicar a faixa de areia, que passará a ter 70 metros em toda a extensão na Praia Central. As obras devem levar cerca de seis meses para serem concluídas, e ocorrerão em etapas.

    A ideia é alargar um trecho de cada vez, começando pela Barra Sul, em direção ao Pontal Norte. O espaço em obras fica interditado até a conclusão dos trabalhos, e é liberado ao público conforme o serviço avance para a etapa seguinte.

    Três vezes mais praia
    Três vezes mais praia
    (Foto: )

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas