nsc
    nsc

    Opinião

    Impeachment: Governador Carlos Moisés precisa falar com Santa Catarina

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    25/07/2020 - 12h02
    Governador Carlos Moisés
    Governador Carlos Moisés (Foto: Marco Favero, Arquivo NSC)

    Há uma característica marcante no governador Carlos Moisés, enquanto político. Trata-se de seu ostensivo silêncio, uma faceta que insiste em aparecer nos momentos em que o governo enfrenta os maiores impasses.

    Três dias depois do presidente da Alesc, deputado Julio Garcia, ter anunciado a aceitação do processo do impeachment contra o governador e a vice, Daniela Reinerh, o governo não se pronunciou oficialmente. E o governador fingiu ignorar o assunto nas redes sociais.

    > No Twitter, Moisés ignora impeachment e destaca "sinais de retomada" da economia de SC

    O argumento do governo para manter o silêncio é legítimo – quer aguardar ser notificado oficialmente e ter acesso ao processo. Juridicamente, é correto e justo. Politicamente, é autossabotagem. Até porque a denúncia que embasou o processo, que responsabiliza o governador pelo reajuste dos procuradores estaduais, é velha conhecida na Agronômica.

    > Avanço do impeachment pegou Moisés de surpresa

    Dizer o que pensa é especialmente importante para Moisés, figura nova no jogo. O governador precisa lembrar que muitos catarinenses não o conheciam, e lhe deram nas urnas um cheque em branco. Querem saber o que diz o governador, em sua defesa, quando se vê acuado por um processo de impeachment.

    > Os próximos passos do processo de impeachment contra o governador Carlos Moisés

    Sem uma ampla base de apoio, Moisés precisa falar em seu nome. Em silêncio, dá à oposição tamanho e fôlego no debate. Quando o governador enfim se manifestar, estará no mínimo atrasado nessa batalha de narrativas. Talvez seja tarde.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas