nsc
    nsc

    Infraestrutura

    Infográfico: Veja como será feito o alargamento da Praia Central de Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    02/01/2020 - 14h50 - Atualizada em: 02/01/2020 - 14h51
    Praia Central de Balneário Camboriú (foto: Fabiano Correia)
    Praia Central de Balneário Camboriú (foto: Fabiano Correia)

    Se o projeto da prefeitura de Balneário Camboriú seguir os prazos previstos, este é o último verão da Praia Central na atual configuração. O edital de licitação para o alargamento da faixa de areia, lançado em dezembro, prevê aumentar de 25 metros para 70 metros, em média, a largura da praia nos seis quilômetros de extensão.

    Uma obra que demandará seis meses de execução, e um esquema de transporte de areia entre a jazida, que fica a 15 quilômetros da orla, e a beira da praia. O engordamento será feito da Barra Sul para o Pontal Norte, 500 metros de praia por vez. Enquanto a obra é executada, o trecho ficará interditado.

    Veja como será feito o alargamento:

    Três vezes mais praia

    Alargamento passo a passo
    Alargamento passo a passo
    (Foto: )

    O edital de licitação lançado pela prefeitura contempla somente o alargamento. As obras de urbanização, com novos quiosques e mais espaços de lazer, ficará para uma segunda etapa, ainda sem previsão de início. De acordo com o acerto entre o município de Balneário Camboriú e a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), assim que iniciarem as obras de alargamento os pontos de milho e churros serão retirados da praia.

    O valor de referência da licitação é de R$ 85 milhões, que virão de um empréstimo do Banco do Brasil. As parcelas do financiamento começam a ser quitadas assim que a obra terminar. Para pagar a conta, a prefeitura fará uma nova operação de outorga onerosa, em que afrouxa os limites para a construção civil, em troca do pagamento de taxas para o município.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas