O ex-governador Leonel Pavan (PSDB) foi gentilmente convidado a se retirar das sessões eleitorais da Univali, em Balneário Camboriú, pela Polícia Militar. Segundo informações que chegaram à coluna, um fiscal de um partido concorrente acusou Pavan, que circulava pelo local, de fazer boca de urna.

Continua depois da publicidade

> Eleições 2020 em Santa Catarina: saiba tudo sobre o domingo de eleições

Nada foi comprovado, no entanto – por isso a PM limitou-se a orientar o ex-governador, que já tinha votado, a deixar o local de votação. 

> Em site especial, saiba tudo sobre as Eleições 2020

> Confira a apuração das eleições 2020 em tempo real

Continua depois da publicidade

A PMSC não registrou o caso entre as ocorrências destas eleições municipais. A coluna entrou em contato com o ex-governador, mas ele não foi localizado. Mais tarde, disse que não foi retirado do local e que houve uma pequena discussão com um fiscal. 

– Disse que eu não podia ficar no pátio da Univali porque minha fisionomia atrapalhava – afirmou. 

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz – NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total