nsc
    nsc

    Forças Armadas

    Mais de 70 alunos da Marinha em Santa Catarina estiveram a bordo de navio com dois casos de coronavírus

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    26/03/2020 - 15h23 - Atualizada em: 26/03/2020 - 17h53
    Visita de aprendizes marinheiros de Florianópolis ao navio Almirante Saboia, em Itajaí (foto: Divulgação Marinha do Brasil)
    Visita de aprendizes marinheiros de Florianópolis ao navio Almirante Saboia, em Itajaí (foto: Divulgação Marinha do Brasil)

    O comandante e um oficial imediato do navio Almirante Saboia, da Marinha do Brasil, foram diagnosticados com covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. A embarcação esteve em Itajaí entre os dias 13 e 14 de março, período em que recebeu a visita de alunos da Escola de Aprendizes Marinheiros, de Florianópolis.

    > Painel do coronavírus: mapa e gráficos interativos mostram o avanço da pandemia em SC

    O número de alunos que esteve a bordo do navio ainda não foi confirmado pela Marinha. Imagens publicadas pela comunicação da Marinha do Brasil mostram mais de 70 aprendizes marinheiros, integrantes da turma Mike 2020, durante a visitação.

    Em nota, o Comando do 5º Distrito Naval informou que não havia nenhuma suspeita de covid-19 entre os tripulantes na data da visita. O comunicado diz, ainda, que a partir do dia 19 de março foram suspensas as autorizações para os internos voltarem para casa, como forma de reduzir os riscos de contaminação. Os alunos seguem em regime de internado - a princípio, por 15 dias.

    A nota afirma que as atividades escolares serão mantidas, "seguindo as medidas de prevenção estabelecidas pelo Ministério da Saúde, com assistência da unidade de saúde localizada na própria Organização Militar". Os grupos de risco, de acordo com o comunicado, têm "rotina de trabalho flexibilizada". A escola também adotou medidas para "higienização individual e segurança de todos os militares, professores e servidores".

    A Marinha não esclareceu, no entanto, se os alunos tiveram contato com o comandante e o imediato do navio que foram contaminados pelo coronavírus.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    Isolados

    Os oficiais que foram contaminados pelo coronavírus estão em isolamento domiciliar, monitorados pela Unidade Médica da Esquadra. A embarcação passou por um processo de descontaminação, feito pela Companhia de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha. O mesmo procedimento foi feito com outros navios da frota.

    A Marinha informou que, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde e da Defesa, toda a tripulação do navio Almirante Saboia está sendo monitorada. Um novo comandante e imediato serão escolhidos.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas