nsc

publicidade

Dagmara

Itajaí

Marejada abre o calendário das festas de outubro no Litoral

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
09/10/2019 - 13h14 - Atualizada em: 09/10/2019 - 15h45
Sangria do primeiro barril de chope (foto: Marcos Porto, Divulgação)
Sangria do primeiro barril de chope (foto: Marcos Porto, Divulgação)

A 33ª edição da Marejada começou nesta terça-feira à noite, em Itajaí, com a sangria do primeiro barril de chope. A maior festa do pescado do país, que vai até o dia 20 de outubro, promete ficar marcada por uma programação familiar, inclusiva e sustentável. A expectativa é superar os 207 mil visitantes que foram contabilizados no ano passado.

Na abertura da festa, feita pelo prefeito Volnei Morastoni (MDB), a presidente da Santur, Flávia Didomenico, representou o Governo do Estado.

Marejada começou nesta terça-feira
Marejada começou nesta terça-feira
(Foto: )

A gastronomia é o ponto alto da Marejada, que este ano tem 10 restaurantes, com mais de 40 opções de pratos. Desde os mais tradicionais, como a sardinha na brasa e o bolinho de bacalhau, sempre na lista dos mais vendidos, passando pelo hambúrguer e o churrasco – para quem dispensa o pescado.

A edição marca a estreia da cervejaria Germânia como fornecedora da festa, que venceu a licitação para três anos seguidos. O chope pilsen é vendido a R$ 10, e os especiais a R$ 12. A festa também tem espaço para 9 cervejarias artesanais locais, escolhidas por meio de chamada pública. Os chopes artesanais custam R$ 13 – todos em versão 400 ml.

A programação conta com mais de 100 atrações musicais e apresentações artísticas, todas regionais.

Plástico zero

A Marejada é a primeira festa “plástico zero” em Santa Catarina: além dos copos retornáveis e colecionáveis, que já foram usados na edição do ano passado, desta vez todo o material do setor de gastronomia é livre de plástico. Uma parceria com a Klabin desenvolveu embalagens ecológicas, e os talheres são de madeira de reflorestamento.

Durante a Marejada também ocorre o Fórum Kids de Sustentabilidade, que alcançará cerca de 2 mil crianças do 2º ao 5º ano das escolas de Itajaí. O evento tem apoio inédito do Ministério do Meio Ambiente.

Desafio

Uma das inovações implantadas este ano é o cardápio em QR Code, para ser baixado no celular. A festa também promove, pela primeira vez, um desafio tecnológico: a ideia é que profissionais e estudantes da área de tecnologia desenvolvam soluções criativas e inovadoras para a festa, nas áreas de sustentabilidade, acessibilidade ou inovação.

O concurso é organizado em parceria entre o Núleo de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Itajaí (Nuti-ACII) e o Sebrae. Os primeiros colocados receberão prêmios em dinheiro, de até R$ 3 mil.

Prefeito Volnei Morastoni abre a programação da Marejada
Prefeito Volnei Morastoni abre a programação da Marejada
(Foto: )

Inclusão

A edição 2018 da Marejada foi considerada a primeira festa acessível do Estado, e o projeto segue este ano. O Plano de Acessibilidade inclui cardápios com áudio descrição, banheiros acessíveis, equipe de Libras de plantão durante todo o período da festa, mapa tátil, para que os deficientes visuais possam se localizar, e Balcão da Acessibilidade com a presença de monitores do Conselho Municipal de Direitos das Pessoas com Deficiência (Comadefi).

O que encontrar na Marejada:

Espaço Kids: entretenimento indoor para crianças, no anexo do Centreventos, com labirinto e jogos virtuais. Valor: R$ 30 por hora.

Parque de diversões: entretenimento para crianças e adultos. Neste ano, o parque contará com uma roda gigante de 36 metros e uma montanha russa com mais de 50 metros e looping. Valor: R$ 10 um brinquedo e R$ 50 o combo com seis brinquedos.

Marejópolis: a vila do trânsito, onde os pequenos recebem orientações da Coordenadoria de Trânsito de Itajaí (Codetran) e aprendem na prática a respeitar as regras de trânsito. A Vila funciona como uma mini autoescola. As crianças fazem um cursinho com instruções e dicas do dia a dia no trânsito e de reconhecimento das sinalizações básicas e, após, a equipe da Codetran emite uma carteira de motorista simbólica. O documento permite que os novos motoristas de passeiem pelas ruas da Marejópolis. Atração gratuita.

Bicicletário: o bicicletário da Marejada terá 100 vagas. Ao chegar ao evento, o visitante será atendido por um profissional, que guardará a bicicleta em segurança. Cada usuário receberá um número como forma de registro. O serviço é gratuito.

Artesanato local: a produção dos artesãos locais tem espaço reservado na Marejada 2019. Entrada gratuita.

Planetário: filmes com duração de pouco mais de 20 minutos. A temática aborda a origem da vida na terra, planetas e constelações. São 39 cadeiras em uma projeção de 180 graus. Atração gratuita.

Regata Marejada: Itajaí recebe no sábado, 12 de outubro, a 2ª edição da Regata Marina Itajaí Marejada. A prova integra a Copa Veleiros do Oceano, considerada a maior competição de vela oceânica de Santa Catarina, e a expectativa é receber até 20 equipes. A largada é entre 10h e 11h, em Florianópolis. O horário de chegada dos velejadores a Itajaí pode variar conforme as condições do vento, mas a previsão é que as equipes aportem a partir das 15h30.

Baile da Terceira Idade: no dia 18 de outubro, atração especial para idosos, com apoio da Secretaria de Promoção da Cidadania. Das 13h30 às 17h30. Gratuito.

Cenário para fotos: nesta edição a Marejada terá um cenário exclusivo com horários fixos para fotografar com as mascotes da festa, Marejão e Marejoa. Atração gratuita.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade