publicidade

Dagmara

Preconceito?

MPSC intervém pela 7ª vez para que prefeitura aceite Parada da Diversidade em Balneário Camboriú

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
05/11/2018 - 11h34 - Atualizada em: 05/11/2018 - 11h34
Foto: Rafaela Martins, Arquivo NSC

A duas semanas da Parada da Diversidade em Balneário Camboriú, marcada para o dia 18 de novembro, a organização ainda aguarda autorização da prefeitura para o evento. O ofício foi encaminhado ao prefeito Fabrício Oliveira (PSB) no dia 10 de agosto, mas ainda não teve resposta.

O Ministério Público de Santa Catarina já pediu ao prefeito que se manifeste. Nos últimos seis anos, a parada só ocorreu após o MPSC obter liminar da Justiça, por falta de interesse do município.

O promotor Rosan da Rocha, da 6ª Promotoria de Justiça em Balneário Camboriú, informou que, se a prefeitura não responder ao ofício, apelará novamente à Justiça.

No ano passado a Secretaria de Turismo alegou que não havia interesse da prefeitura em autorizar o evento porque “atrapalha o trânsito” e “não apresenta apelo turístico e econômico para a cidade”.

Este ano, além do turismo nacional, uma agência de viagens argentina tem vendido pacotes para a Parada da Diversidade de Balneário Camboriú. A empresa oferece cinco noites na cidade, por US$ 630.

A prefeitura informou, nesta segunda-feira, que o ofício ainda não chegou à Secretaria de Turismo.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade