nsc
nsc

Política

Parlamentares de SC comentam tentativa de golpe nos EUA: De "fraude eleitoral" ao risco à democracia

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
07/01/2021 - 18h48 - Atualizada em: 07/01/2021 - 18h50
Invasão ao Capitolio
Invasão ao Capitolio (Foto: Saul Loeb / AFP)

A invasão do Capitólio em Washington, na quarta-feira (6), por manifestantes a favor do presidente norte-americano Donald Trump, acendeu o alerta para o risco de ruptura democrática em uma das maiores potências econômicas e bélicas do planeta. A situação repercutiu no Brasil, e parlamentares catarinenses no Congresso Nacional usaram as redes sociais para comentar o episódio.

De repúdio pela ameaça à democracia, à defesa dos protestos, as opiniões dos parlamentares divergiram. A coluna reuniu as publicações dos integrantes do fórum parlamentar, que inclui 16 deputados e três senadores. Veja como se manifestaram os catarinenses.

“Fraude”

A deputada federal Caroline de Toni (PSL-SC), ex vice-líder do governo Bolsonaro, disse que manifestações "pacíficas" descambaram em violência. Contrariando as conclusões dos colégios eleitorais e dos tribunais, a deputada publicou que há “fortes evidências” de que as eleições norte-americanas foram “fraudadas”. O processo eleitoral dos EUA terminou sem que nenhuma denúncia de fraude com interferência no resultado tenha sido confirmada. Mais de 40 ações judiciais foram derrubadas por falta de provas.

Twitter Caroline de Toni
Twitter Caroline de Toni
(Foto: )

“Golpe”

Já o deputado federal Rodrigo Coelho (PSB-SC) apontou para a erosão da democracia. O parlamentar retuitou a publicação do político mineiro Gabriel Azevedo (Patriota), que chamou atenção para o fato de os norte-americanos não terem uma palavra para designar o que se viu no parlamento e usarem “coup”, que é golpe em francês.

Rodrigo Coelho
Rodrigo Coelho
(Foto: )

“Redes sociais”

O deputado Daniel Freitas (PSL-SC) concentrou-se na punição das redes sociais ao presidente norte-americano. O parlamentar catarinense questionou e criticou em suas postagens a suspensão dos perfis de Donald Trump no Twitter, Facebook e Instagram. A medida foi tomada pelas empresas, alegando o desrespeito às regras de uso. Publicações do presidente foram excluídas porque, no entendimento dos moderadores, incitam a manifestações violentas.

Daniel Freitas
Daniel Freitas
(Foto: )

“Obama”

Entre os senadores, o único que se manifestou foi Espiridião Amin (PP-SC). Ele comparou a invasão do Capitólio ao filme de ficção Independence Day, e citou discurso do ex-presidente Barack Obama em defesa da democracia.

Esperidião Amin
Esperidião Amin
(Foto: )

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas