nsc
nsc

Segurança

PM usará câmeras de reconhecimento facial durante visita de Bolsonaro a SC

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
01/05/2019 - 18h58 - Atualizada em: 01/05/2019 - 19h50
Central de monitoramento
Central de monitoramento (Foto: Divulgação PMSC)

O esquema de segurança da Polícia Militar para a visita oficial do presidente Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta-feira (2), contará com câmeras de reconhecimento facial. As imagens serão monitoradas remotamente no 12º Batalhão, em Balneário Camboriú.

Cinco câmeras ficarão no entorno do ginásio Irineu Bornhausen, onde ocorre o encontro de Gideões, que contará com a presença do presidente, e outras 15 no lado de dentro.

Todas as pessoas que entrarem no local terão os traços capturados pelas câmeras, que cruzam dados para identificar criminosos cadastrados e para localizar suspeitos.

Outros detalhes da organização são mantidos em sigilo, para não comprometer a segurança. Mais de 300 agentes da PM, Exército, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal participarão do esquema de segurança da visita oficial de Bolsonaro a SC nesta quinta.

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas