nsc
nsc

No chão

Prédio dos Correios no Centro de Itajaí é demolido

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
27/10/2019 - 13h15 - Atualizada em: 27/10/2019 - 18h49
Prédio dos Correios é demolido (foto: Dagmara Spautz)
Prédio dos Correios é demolido (foto: Dagmara Spautz)

A prefeitura de Itajaí decidiu não esperar por um possível recurso judicial por parte dos Correios. Uma semana depois de ter obtido em primeira instância, na Justiça Federal, a suspensão do decreto que doou o - hoje desocupado - imóvel da Rua Gil Stein Ferreira para a empresa federal, colocou o prédio no chão.

Os trabalhos iniciaram no sábado e seguem neste domingo (27). Jatos de água são lançados para tentar controlar a emissão de poeira, resultante da demolição.

A decisão da prefeitura de colocar o prédio abaixo, ao invés de recuperá-lo, dividiu opiniões em Itajaí. A administração ainda não informou que destino pretende dar ao imóvel.

Demolição do prédio dos Correios
Demolição do prédio dos Correios
(Foto: )

Abandonado

O prédio estava em situação de abandono desde maio de 2015, quando a empresa federal deixou o local e mudou-se para uma nova sede. A prefeitura, que doou o imóvel aos Correios em 1940, entrou com ação para retomar o terreno em março deste ano, depois que o edifício virou alvo de depredação e de focos do mosquito da dengue.

Os Correios ainda podem recorrer da decisão judicial.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas