nsc

publicidade

Ação civil pública

Prefeitura de Bombinhas tem 30 dias para esclarecer sobre aplicação da TPA na Justiça

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
12/11/2019 - 19h37 - Atualizada em: 12/11/2019 - 20h19
Praia de Bombinhas (foto: Divulgação)
Praia de Bombinhas (foto: Divulgação)

A juíza Janiara Corbetta, da 2ª Vara de Porto Belo, deu prazo de 30 dias para que a prefeitura de Bombinhas esclareça onde é aplicada a Taxa de Preservação Ambiental (TPA). A decisão foi tomada em resposta a uma ação civil pública movida pela Associação Catarinense de Defesa dos Direitos Constitucionais (ACDC). A magistrada, no entanto, negou o pedido da associação para suspender o pedágio, que volta a ser cobrado nesta sexta-feira (15).

Na ação, a associação alega que o Portal da Transparência do município não informa a destinação de tudo o que é arrecadado.

A juíza entendeu, no entanto, que a ACDC não conseguiu comprovar que a TPA esteja sendo usada para outro fim, que não seja a preservação ambiental – conforme previsto em lei. Por isso, pediu à prefeitura que responda sobre a utilização da verba antes de dar sequência à análise da ação.

A ACDC tem como presidente licenciado o deputado estadual Ivan Naatz (PV), que tenta derrubar os pedágios ambientais na Assembleia Legislativa por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC).

Conselho Gestor

Desde o ano passado, a aplicação dos recursos da TPA é feita por um Conselho Gestor, formado por membros do poder público e da sociedade civil. No último verão, o pedágio arrecadou pouco mais de R$ 8 milhões.

A TPA teve a constitucionalidade reconhecida na semana passada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que negou um recurso do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A decisão foi unânime.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade