nsc
nsc

Navegantes

Primeiro médico brasileiro a substituir cubano começa a trabalhar nesta terça-feira

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
27/11/2018 - 09h40 - Atualizada em: 27/11/2018 - 13h31
Foto: Luiz Carlos Souza, Arquivo Pessoal

O primeiro médico brasileiro a preencher as vagas deixadas pelos médicos cubanos em Navegantes _ uma das cidades que tinha o maior número de caribenhos do Programa Mais Médicos em Santa Catarina _ começou a trabalhar nesta terça-feira. Gustavo Côrtes, 30 anos, assumiu o posto de saúde do Bairro São Pedro, onde havia apenas uma médica, cubana, que precisou deixar o trabalho.

Recém-formado em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, ele buscava oportunidade de trabalho em Santa Catarina _ os pais já vivem há 10 anos em Itajaí. Em entrevista à repórter Patrícia Silveira, da NSC TV, Côrtes disse que pretende especializar-se em ginecologia e obstetrícia, mas estava ansioso para começar a trabalhar.

_ Foi colocado que brasileiro não queria as vagas, mas hoje a realidade é outra. Tem brasileiros médicos que querem trabalhar. Não podemos desvalorizar quem esteve aqui, tem pacientes sentindo falta. Mas é hora de estendermos a mão para os nossos pacientes.

Côrtes diz que, com o sistema travado por excesso de inscrições, esperou das 8h da manhã da última quarta-feira (21) até 22h, para coneguir colocação.

Segundo a secretária de Saúde de Navegantes, Marluza Trevisan, foram abertas 10 vagas para médicos brasileiros na cidade, uma a mais do que o número de médicos cubanos. Todas foram preenchidas no primeiro dia de abertura de edital, na semana passada.

Dos 10 que foram selecionados, dois já se apresentaram. Além de Côrtes, também um médico que vivia no Acre, e que assim como o mineiro tem familiares em SC. A secretária acredita que até sexta-feira os demais médicos brasileiros formalizem a apresentação. A data limite é 14 de dezembro.

Os médicos cubanos que continuavam atuando, mesmo após a decisão de Cuba de deixar de o Programa Mais Médicos, foram orientados a suspender o trabalho na semana passada. Segundo a secretária de Saúde de Navegantes, desde então os outros médicos do município vêm absorvendo a demanda.

_ Não tivemos problemas _ afirma.

Além dos cubanos, Navegantes tem outros dois médicos estrangeiros atuando na rede pública de saúde _ um argentino e um mexicano. Os dois permanecem no atendimento aos pacientes.

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas