nsc

publicidade

Dagmara

Falta

Professores estaduais de SC que aderiram aos protestos pela Educação terão desconto em folha

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
19/05/2019 - 16h01 - Atualizada em: 19/05/2019 - 16h02
Protesto em Florianópolis (Foto: Diorgenes Pandini)
Protesto em Florianópolis (Foto: Diorgenes Pandini)

A Secretaria de Estado da Educação vai descontar como falta, na folha de pagamento, a participação de professores da rede estadual nos protestos da última quarta-feira, contra o bloqueio de verbas no Ministério da Educação. Mais de 2,5 mil professores estaduais integraram a manifestação – 7% do total de docentes do Estado.

A Secretaria informou que foi avisada com antecedência pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte) sobre o ato. Na segunda-feira, 13 de maio, dois dias antes do protesto, enviou um ofício com orientação às Gerências Regionais de Educação para que fosse registrada falta de quem aderisse ao ato.

Em nota, informou que 80% das aulas foram mantidas na rede estadual.

Para sindicato, medida é ilegal

A postura da Secretaria tem sido a mesma desde 2012, em relação à participação de servidores da Educação em protestos. Para o Sinte, o Estado desrespeita a lei e usa as faltas irregularmente, como forma de punição.

O sindicato enviou uma carta de repúdio à Secretaria, e aguarda resposta. Deve recorrer à Justiça, para garantir aos professores a reposição do pagamento no dia de protesto.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

dagmara.spautz@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade