nsc
nsc

Política

Projeto que proíbe pedágios nas cidades de Santa Catarina tem nova vitória na Alesc

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
12/02/2020 - 10h29 - Atualizada em: 12/02/2020 - 10h46
TPA de Bombinhas (foto: Divulgação prefeitura de Bombinhas)
TPA de Bombinhas (foto: Divulgação prefeitura de Bombinhas)

A Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (12), o projeto de emenda constitucional (PEC) que proíbe os pedágios municipais nas cidades do Estado - o que afeta diretamente a criação de taxas de preservação ambiental, as TPAs. Com a aprovação, o projeto segue em tramitação.

A proposta da PEC é do deputado Ivan Naatz (PL), e já teve a admissibilidade aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça. Na Comissão de Finanças, a relatoria foi do deputado Sargento Lima (PSL).

O próximo passo será a Comissão de Turismo e Meio Ambiente. Se aprovado novamente, o projeto seguirá para votação em plenário.

Naatz alega que a cobrança dos pedágios municipais tem viés arrecadatório e é vedada pela Constituição estadual. As prefeituras de Bombinhas e Governador Celso Ramos afirmam que não serão afetadas por uma eventual aprovação, porque estão amparadas em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas