nsc
    nsc

    ANO NOVO

    Qual é o maior? Comparamos os shows de fogos de Florianópolis e Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    30/12/2019 - 15h04 - Atualizada em: 31/12/2019 - 08h56
    Réveillon de Balneário Camboriú (foto: Lucas Correia, Arquivo NSC)
    Réveillon de Balneário Camboriú (foto: Lucas Correia, Arquivo NSC)

    Há inúmeras e grandes festas para celebrar a chegada do ano novo em Santa Catarina, no Litoral e no interior. Mas, em número de turistas e potência do show de fogos, as duas maiores são as da Beira-Mar Norte, em Florianópolis, e da Praia Central de Balneário Camboriú.

    Cada festa tem suas peculiaridades. A Capital, este ano, terá como atração principal a cascata na Ponte Hercílio Luz, que não era vista há três anos. Em Balneário Camboriú, os molhes, nos dois extremos da praia, serão integrados ao show pirotécnico.

    Para ajudar a visualizar festas tão diferentes, a equipe de Arte do NSC Total preparou um infográfico que mostra detalhes das duas viradas de ano, em números. E compara os dados com os do Réveillon de Copacabana, no Rio de Janeiro - o maior do Brasil.

    Em roxo, você vê Florianópolis. Balneário Camboriú está em azul. E, em cinza, o Rio de Janeiro.

    Florianópolis, Balneário Camboriú e Rio de Janeiro
    Florianópolis, Balneário Camboriú e Rio de Janeiro
    (Foto: )

    Baixo estampido

    O comparativo mostra que o Estado saiu na frente quando o assunto é bem-estar e proteção ao meio ambiente. Florianópolis e Balneário Camboriú exigem fogos de baixo estampido. O do Rio de Janeiro, não. A Capital de SC, aliás, foi a primeira no país a adotar a prática.

    Mais alto

    No Rio, o investimento de R$ 13 milhões no Réveillon de Copacabana inclui, além dos fogos, os shows que integram a programação, em sete palcos. Boa parte do custo é paga em parceria com a iniciativa privada.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas