nsc
    nsc

    Obras de arte

    Receita Federal apreende quadros que podem valer milhões no porto de Navegantes

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    01/11/2019 - 09h34
    Obras de arte apreendidas na Portonave em Navegantes (foto: Receita Federal)
    Obras de arte apreendidas na Portonave em Navegantes (foto: Receita Federal)

    A fiscalização da Alfândega da Receita Federal apreendeu na Portonave, em Navegantes, um carregamento de obras de arte que estavam um contêiner com falsa declaração de conteúdo. No registro, o importador informava que se tratavam de peças de automóveis. A carga veio dos Estados Unidos.

    A Receita Federal trabalha, agora, para descobrir a autenticidade dos quadros e definir o valor das obras. Não há peritos em artes no órgão ou na Polícia Federal no Estado.

    Entre os quadros, foram identificados quatro que podem ser do brasileiro Vik Muniz, radicado nos Estados Unidos. São os que aparecem atrás, na foto.

    À direita, as formas abstratas lembram obras de Manabu Mabe, artista plástico nascido no Japão, que veio ainda criança para o Brasil. Ele faleceu em 1997.

    À esquerda, o galo seria do brasileiro Aldemir Martins, que morreu em 2006. A obra que está no chão tem a assinatura do paraense Emmanuel Nassar.

    Como a autenticidade dos quadros ainda não está provada, não é possível ainda saber quanto eles valem. Esta é a primeira vez que uma carga como esta é interceptada nos portos de Santa Catarina.

    A Receita Federal não informou a identidade do importador e do exportador dos quadros.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas