nsc
nsc

Pandemia

Roteiro do ministro interino da Saúde no Sul confirma agravamento da pandemia

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
20/07/2020 - 18h00
General Pazuello, ministro interino da Saúde
General Pazuello, ministro interino da Saúde (Foto: Pedro Ladeira, Folhapress)

Ainda que não tenha assumido em definitivo o Ministério da Saúde – foi confirmado como interino pelo presidente Jair Bolsonaro em junho – o general Eduardo Pazuello tem procurado marcar posição nos estados que enfrentam situação mais grave durante a pandemia. Fez isso no Norte e no Nordeste, por exemplo. A agenda nos três estados do Sul, que começa a ser cumprida nesta terça-feira (21), ressalta que está aqui, neste momento, o ponto crítico da evolução do novo coronavírus no país.

> SC tem 694 mortes por coronavírus e 54,4 mil casos confirmados; há 517 pacientes em UTI

As viagens de Pazuello têm um tom político, marcam a presença do governo federal no momento em que as regiões estão vivendo a fase mais aguda da doença. Não há indicativo de que o ministro interino anuncie recursos, mas é provável que fale sobre os avanços nas negociações para aquisição de anestésicos – medicação usada na intubação de pacientes graves, que é hoje a maior preocupação de hospitais públicos e privados, já sobrecarregados pela pandemia.

> Confira dados atualizados por cidade no Painel do Coronavírus

O ministro interino chega a Florianópolis na manhã de quarta-feira (22), às 9h45min. Ele virá do Rio Grande do Sul, onde reúne-se, na terça, com o governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB).

A agenda indica que Pazuello descerá na Base Aérea da Capital, e seu primeiro compromisso será às 11h, no gabinete do governador Carlos Moisés (PSL). O encontro terá participação de outros gestores, como o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Às 13h, o general almoçará na companhia do governador, na Casa D´Agronômica. Logo depois, às 14h30min, concederá entrevista coletiva.

O compromisso seguinte é na sede da Defesa Civil estadual, na Avenida Governador Ivo Silveira. O ministro conhecerá o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), às 15h30min. Será uma visita rápida – de lá, o general segue para uma reunião com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, e também com representantes da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) e do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde (Cosem).

O ministro dormirá em um hotel em Florianópolis. Na quinta-feira pela manhã ele seguirá o roteiro pelos estados do Sul, com uma visita a Curitiba (PR).

Os três estados do Sul estão em plena aceleração da pandemia. Junto com o Centro-Oeste, a região está no foco das preocupações do Ministério da Saúde neste momento.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas