O governo federal liberou a lista de projetos incluídos no PAC Universidade, que prevê investimento de R$ 5 bilhões em projetos para universidades e hospitais federais. Santa Catarina foi contemplada com três propostas para universidades, e está na lanterna do PAC. Nesta terça, o governo federal divulgou que o Estado também foi incluído entre os investimentos previstos para hospitais universitários – será uma obra no HU da UFSC.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Só o Distrito Federal teve menos projetos incluídos em universidades- foram dois, na UnB. Os estados com mais obras do PAC Universidade serão Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia, todos com mais de 30 propostas contempladas. Não entram nesse cálculo os hospitais universitários.

Em Santa Catarina, dois projetos são da UFSC. Em Florianópolis, incluem a aquisição de um prédio para atividades acadêmicas e infraestrutura para assistência estudantil. Em Chapecó, a construção de moradia estudantil para a Universidade Federal da Fronteira Sul. Os valores de investimento ainda não foram divulgados.

Candidatas acusam SC de descumprir decisão do STF em concurso da PM

Continua depois da publicidade

A coluna apurou que havia outros projetos de Santa Catarina “na fila”, mas não foram atendidos por enquanto.

Veja quantos projetos serão atendidos em cada estado:

O PAC Universidade prevê investimento de R$ 1,75 bilhão para obras nos hospitais universitários – o HU da UFSC ficou de fora – e R$ 3,77 bilhões para as universidades, o que inclui a instalação de 10 novos campi de universidades federais em diferentes regiões do país.

O anúncio de ampliação da rede provocou críticas no movimento grevista das universidades e institutos federais, que reclamam de falta de disposição do governo em negociar aumento salarial. A greve completa 70 dias nesta terça, quando haverá uma nova rodada de negociação com os técnicos.

Continua depois da publicidade

PAC bilionário de Lula tenta reverter greve de universidades e IFs

Além do PAC, o pacote de ações em prol das universidades e institutos federais, anunciado na segunda-feira (10) pelo ministro da Educação, Camilo Santana, e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), inclui R$ 400 milhões em reforço orçamentário para 2024 – o que deve aliviar o caixa de custeio das universidades e IFs até o fim do ano.

Destaques do NSC Total