publicidade

Navegue por
Dagmara

Qualidade ambiental

SC terá seis praias certificadas com Bandeira Azul neste verão

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
21/09/2018 - 11h09 - Atualizada em: 21/09/2018 - 18h00
Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú (Foto: Celso Peixoto, Divulgação)

Das nove praias que receberão este verão no Brasil o certificado internacional Bandeira Azul, de qualidade ambiental, seis estão em Santa Catarina _ três delas em Balneário Camboriú e Balneário Piçarras, no Litoral Norte. Todas foram aprovadas pelo júri internacional do projeto em Copenhague, na Dinamarca. A Bandeira Azul garante a qualidade do banho de mar e cuidados com segurança e sustentabilidade.

As praias catarinenses certificadas pela primeira vez são a do Estaleiro e do Estaleirinho, em Balneário Camboriú, a Praia de Piçarras, em Balneário Piçarras, e a Praia de Palmas, em Governador Celso Ramos. A Praia Grande, também em Governador Celso Ramos, e a Lagoa do Peri, em Florianópolis, que já integravam a lista no ano passado, mantiveram a certificação.

Marinas catarinenses na lista

Além de praias, marinas também são contempladas com a Bandeira Azul. A Marina Tedesco, em Balneário Camboriú, receberá o reconhecimento ambiental junto com o Iate Clube de Santa Catarina, em Florianópolis. Em todo o país, são cinco marinas contempladas.

Florianópolis também tem a única empresa de mergulho certificada no país, a Água Viva Mergulho.

Com a bandeira, vem a responsabilidade: os estabelecimentos e municípios se comprometem a cumprir todos os critérios estabelecidos pelo projeto, sob o risco de perderem a certificação. Entre eles, a obrigatoriedade de oferecer programas de educação ambiental, informar sobre a qualidade da água, sobre áreas ambientalmente sensíveis e as regras de conduta dos usuários.

Para que sejam aceitas, as praias e empresas precisam ser recebidas pelo operador nacional do Programa Bandeira Azul, recomendadas pelo júri brasileiro e aprovadas pelo júri internacional, composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), World Conservation Union (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), United Nations Environmental Program (UNEP), World Tourism Organization (WTO), World Health Organization (WHO), International Life Saving (ILS), International Council of Marine Industry (ICOMIA) e Reef Check Program.

Confira quem receberá certificação:

• Praia do Tombo, Guarujá (SP);

• Praia Grande, Governador Celso Ramos (SC),

• Praia de Palmas, Governador Celso Ramos (SC),

• Praia da Lagoa do Peri, em Florianópolis (SC),

• Praia de Ponta de Nossa Senhora, Salvador (BA)

• Praia do Peró, Cabo Frio (RJ)

• Praia de Piçarras, Balneário Piçarras (SC)

• Praia do Estaleiro, Balneário Camboriú (SC)

• Praia do Estaleirinho, Balneário Camboriú (SC)

Marinas:

• Marinas Costabella, Angra dos Reis (RJ),

• Marinas Nacionais, Guarujá (SP).

• Iate Clube de Santa Catarina, Florianópolis (SC)

• Marina Kauai, Ubatuba (SP)

• Marina Tedesco, Balneário Camboriú (SC)

Operadores de Embarcações de Turismo Sustentável:

• Água Viva Mergulho, Florianópolis (SC)

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação